Primeiramente, Abel Braga concedeu entrevista hoje de manhã para a Rádio Grenal. O atual treinador do Fluminense participou da conversa enquanto relembrava a conquista do Mundial de Clubes de 2006. O título completa 15 anos nessa sexta-feira (17). Além disso, Abelão comentou sobre o início do novo trabalho no Tricolor Carioca, da perda do Brasileirão de 2020 e de treinadores estrangeiros no Brasil. Mas o tema mais quente foi comentar se ele treinaria o Grêmio futuramente.

“Sou colorado, sou vermelho. Não me vejo. Seria meter uma faca no coração do torcedor do Inter. No Grêmio jamais. Seria um desrespeito. Não tem, não teria, não terá nunca essa possibilidade. “Não poderia, de forma alguma (treinar o Grêmio), e eles também não me aceitariam.”

ABEL BRAGA NO INTERNACIONAL

Abel Braga tem uma história enorme no Internacional. É o maior técnico do clube. São 340 jogos somando todas as sete passagens. A primeira foi em 1988, que foi bem curta, já que o o treinador  deixou o time no ano seguinte. Voltou em 1995 para a segunda passagem.

A terceira passagem foi marcante. Em 2006, conquistou a Libertadores derrotando o São Paulo, atual campeão do continente e do mundo. Depois, derrotou o Barcelona no Mundial de Clubes. Além disso, terminou o Brasileirão em 2º lugar antes de viajar para o Japão . Foi a melhor fase dele no comando do Internacional.

Ainda assim, o ano seguinte não foi igual. Eliminado na fase de grupos da Libertadores, decepcionou. Porém, ficou até 2008, onde conseguiu um Campeonato Gaúcho depois de um 8 × 1 contra o Juventude na final. Saiu e retornou em 2014 sem sucesso.

Por fim, ganhou sua sétima oportunidade em 2020. Começou sendo eliminado na Copa do Brasil e na Libertadores. Mesmo com o trabalho em dúvida, foi mantido e se recuperou. Fez o time vencer nove partidas seguidas no Brasileirão e não foi campeão por alguns centímetros no jogo contra o Corinthians. O time precisava de um gol para ultrapassar o Flamengo, e Edenilson marcou no último lance, mas estava impedido.

No geral, Abel Braga tem quatro títulos no clube. Dois deles o maior da história colorada. Com essa história não há a mínima possibilidade do treinador fazer carreira no maior rival do seu clube de coração.

Foto destaque: Divulgação/Internacional

Danilo Araújo on Email
Danilo Araújo
Estudante de jornalismo que tentou ser jogador, mas não conseguiu por uma grave lesão. Então decidi tentar ficar próximo ao esporte que amo pelo jornalismo. Acompanho outros esportes e estou sempre disposto a aprender.

Related Post