Divulgação: Cesar Greco /Palmeiras /ESPN

Quando surge o alviverde imponente...” o adversário já sabe que vai enfrentar um time super treinado que executa os movimentos de jogo com grande precisão.

Ademais, há alguns dias, propusemos um debate que analisou Abel Ferreira e Renato Portaluppi, como um “tira gostos” para a grande final da Taça Libertadores da América 2021.

Advertisement

VITÓRIA DE QUEM ESTUDA?

Pois bem, o Portuga venceu o duelo. Tivemos um embate igual, decidido no tempo extra. De qualquer forma, as diferenças de formato estavam visíveis, com cada equipe atuando conforme a ideia proposta por seu treinador. Por sua vez, o Verdão ficou mais à espera, com transições ofensivas e defensivas realizadas de maneira correta. Assim como composições rápidas e ações intensas. Ao contrário, o Flamengo usou individualidades durante todo o período, sem muita estratégia, todavia causando perigo toda vez que atacava com Bruno Henrique, Gabigol e Arrascaeta.

Enfim, o título ficou com os paulistas. Embora não sendo tão qualificado quanto o oponente, o Palmeiras, como conjunto, apresentou-se mais estável. Tal estabilidade prevaleceu durante os 120 minutos, apesar de a vitória ter decorrido de uma falha do Andreas Pereira.

LEGADO DE ABEL

Posto isso, em termos gerais, o time de Abel é sólido. Demonstra uma grande entrega. O treinador extrai o máximo de seus atletas. Ainda, os jogadores mostram um poder anímico que impressiona. Não se abatem com dificuldades. Ao invés de retração ao levarem gol, deixam aflorar grande disposição de luta para mudar a situação negativa. Só para exemplificar, pensem no segundo jogo da semi em pleno Mineirão, contra o Galo, quando o Palmeiras arrancou um empate, após estar perdendo a partida. Assim, tanto pelo título ganho no último sábado, quanto pelos êxitos anteriores, tal como pela média de atuações de seu time, reafirmamos que Abel Ferreira é um ótimo profissional.

Mesmo que não permaneça no Brasil, deixará um legado. Disposição tática, trabalho, transparência no trato com imprensa, dirigentes e torcida, além de um grande caráter, são qualidades que o gajo traz consigo. Sem dúvida, já é um dos maiores nomes da história do Palestra. Esperamos que continue pelas terras brasileiras. Por fim, resta desejar sorte ao Palmeiras na disputa do Mundial. Em que pese fortes, os outros times não são imbatíveis, se considerarmos a gana por vitória dos comandados do almirante português.

“Avanti”!!!!!!!!!!!!!!

Foto: Divulgação Cesar Greco/Palmeiras /ESPN

Fernando SantAnna

Related Post