Confira como foi o início das partidas no grupo da África do Sul, Irlanda, Estados Unidos e Quênia. (Foto: Reprodução/Punch Drunk Sport)

No primeiro dia do rúgbi olímpico, de categoria chamada Sevens, onde cada equipe possui sete jogadores ao invés dos tradicionais 15 da categoria Union da Copa do Mundo, a África do Sul mostrou força e agora divide a liderança do Grupo C com os Estados Unidos. Primeiramente, o grupo composto por África do Sul, Irlanda, Quênia e Estados Unidos teve duas partidas. Isso porque o tempo de jogo dessa categoria é mais curta.

Dessa forma, os Blitzbokke (apelido da seleção sul-africana de Sevens – não confundir com os Springboks, que é a seleção de Union) venceram a Irlanda por 33-14 e o Quênia por 14-5. Além disso, os Estados Unidos também venceram a Irlanda e o Quênia. A partida contra a Irlanda foi mais disputada, e o placar terminou em 19-17 para os Águias Sevens. Já contra o Quênia, os Estados Unidos venceram The Lions por um placar mais confortável: 19-14. Confira os detalhes das partidas!

Advertisement

África do Sul x Irlanda

De antemão, o domínio foi todo da África do Sul do começo ao fim. Do mesmo modo, o destaque para um dos melhores jogadores da atualidade, Selvyn Davids, que marcou oito dos 33 pontos que sua seleção fez no jogo.

Estados Unidos x Quênia

No jogo que poderia lembrar a natureza, os Águias venceram os Leões por um placar um pouco mais confortável em comparação à outra partida que fez no grupo. O capitão (e camisa 10) Madison Hughes anotou sete dos 19 pontos que os Estados Unidos marcaram na partida, seguido por Martin Iosefo, que marcou cinco pontos.

Quênia x África do Sul

Na partida que lembrou uma competição africana de Sevens, os Blitzebokke venceram bem os Lions por 14-5. Davids anotou mais cinco pontos para a sua conta pessoal, mas nessa partida dividiu o protagonismo com Siviwe Soyizwapi, que também marcou 5 pontos.

Irlanda x Estados Unidos

Antes de mais nada, foi um jogo disputadíssimo, e até poderíamos ter um empate, mas os Águias não deixaram. No placar por 19-17, os Estados Unidos não fizeram feio. Se a África do Sul tem Selvyn Davids, The Eagles (não é a banda!) tem “um Lionel Messi para chamar de seu”. Hughes anotou nove (isso mesmo, nove pontos) dos 19 que sua seleção marcou na partida! Do outro lado, a Irlanda teve três jogadores que marcaram cinco pontos cada: Harry McNulty, Foster Horan e Hugo Lennox. Entretanto, não foi o suficiente para a vitória.

Próximas partidas e situação atual

Na noite desta segunda-feira (26) vamos ter as partidas que vão definir a classificação final para a fase eliminatória rumo às partidas que valem medalhas: a partida final e a partida pelo bronze.

Estados Unidos e África do Sul lutam pela liderança (23:30 – horário de Brasília), já Irlanda e Quênia (23:00 – horário de Brasília) vão brigar pelo terceiro lugar que também classifica, os dois melhores terceiros lugarem passam. No momento, os Leões Africanos disputam com os Pumas (Argentina) e o Canadá pelo melhor terceiro lugar.

Sendo assim, só a vitória interessa ao Quênia contra a Irlanda para seguir em Tóquio.

Foto destaque: Reprodução/Punch Drunk Sport

Guilherme Conde on Email
mm

Bet 7


Related Post