Abner Teixeira

O boxeador paulista, Abner Teixeira venceu o britânico Cheavon Clarke por decisão dos juízes, nesta terça-feira (27). Assim, Abner está nas quartas-de-finais da categoria Peso-Pesado (91kg). Dessa forma, se o brasileiro vencer o próximo confronto contra o jordaniano Hussein Iashaish, no Kokugikan Arena, ele estará nas semifinais do boxe e já com uma medalha garantida.

A princípio, a categoria conta com apenas 17 lutadores. Portanto, praticamente já iniciou nas oitavas-de-final. O lutador que conseguir vencer duas lutas consecutivas já garantirá o bronze. Porque no Boxe são duas medalhas de 3º colocado, sem precisar disputar pela medalha.

Advertisement

CONFRONTO DURO CONTRA O BRITÂNICO

A disputa começou muito dura para o brasileiro. Clarke se mostrou um pouco mais rápido logo de início. Além disso, o representante da Grã-Bretanha tratou logo de levar a luta para a curta distância, o que lhe favorecia. Por outro lado, Abner tentava manter seu adversário um pouco mais afastado com seus golpes retos. Em resumo, o britânico levou a melhor nesse assalto, mostrou mais volume e acertou os melhores golpes.

Em seguida, no 2º round, Abner Teixeira conseguiu manter a luta numa distância que era mais confortável para ele. Acertou boas combinações de jabs, diretos e golpes curvos. Dessa forma, o brasileiro deixou tudo igual para o round derradeiro.

Contudo, o último assalto foi muito truncado. Clarke voltou a encurtar a distância, mas dessa vez não conseguia produzir alguma coisa. Por muitas vezes a luta ia para o clinch (quando os lutadores estão praticamente abraçados). Nas poucas vezes que boas trocas de golpes foram dadas, Abner conseguiu encontrar alguns ganchos e cruzados bem perigosos e mostrou sua superioridade técnica. Ainda assim, a luta foi para as papeletas dos juízes. E com quatro árbitros dando vitória ao sorocabano.

CAMINHO ATÉ A SEMIFINAL

Antes de tudo, era esperado que se Abner Teixeira conquistasse sua vaga na fase seguinte, ele enfrentasse o equatoriano, Julio Cesar Castillo. Número 2 do ranking e um dos favoritos. Contudo, o sul-americano acabou sendo eliminado ainda na 1ª luta, para o jordaniano Hussein Iashaish. Em resumo, o asiático apresentou uma proposta tática muito parecida com a qual Abner acabou de lidar. É um lutador alto e forte fisicamente. Porém, com pouco recurso técnico.

Dessa maneira, o caminho para a medalha olímpica se abriu para o Brasil na categoria até 91kg. Abner tem um ligeiro favoritismo para o confronto que acontece na próxima sexta-feira (30). Se vencer, o brasileiro irá enfrentar um cubano de nascimento. Ou Julio Cesar La Cruz, representante de Cuba, ou Enmanuel Reyes, cubano que representa a Espanha.

Foto destaque: Divulgação/CBBOXE

mm
Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.

Bet 7


Related Post