Hebert Conceição

Nesta quinta-feira (29), o boxeador brasileiro, Hebert Conceição venceu por decisão dividida. No Kokugikan Arena, o baiano derrotou o chinês Erbieke Touheta. A luta foi válida pelas oitavas-de-final do Boxe Olímpico. Dessa maneira, o representante do boxe nacional avançou de fase e está a uma vitória de conquistar ao menos o bronze na categoria Peso-Médio (75kg).

1º Round

A princípio, Hebert conseguiu imprimir seu ritmo de luta e parecia não estar sentindo a estreia olímpica. Com boas movimentações de pernas e noção de tempo e espaço, o brasileiro conseguiu atingir mais seu adversário. Em resumo, todos os juízes viram vitória do atleta nacional por 10-9. Apesar de tudo, já se viu um bom equilíbrio.

2º Round

Em seguida, o caldo engrossou. O chinês aumentou seu volume de golpes e no 2º assalto se mostrou mais ativo. Dessa forma, apesar das boas esquivas de tronco e saídas com passos planos, Touheta levou a vantagem. Três dos cinco jurados deram 10-9 em favor do pugilista da China.

3º Round

Portanto, os dois atletas foram para o último round praticamente empatados. Dessa forma, precisavam mostrar muito boxe para não ficarem de fora da competição. Ambos iniciaram o assalto bem ativos. Com constantes trocas de golpes. O chinês apresentava até mais volume, contudo, não era muito eficaz. Por outro lado, Hebert Conceição conseguia ser mais cirúrgico e precisou de menos golpes disparados para acertar.

Por fim, dois árbitros viram vitória nesse último round para o brasileiro. Enquanto que outros três enxergaram o chinês vencedor. Assim, na soma de todas as papeletas, dois árbitros deram 29-28 em favor de Hebert. Um deu 30-27 para o brasileiro. E outros dois deram 29-28 para o chinês. Portanto, o baiano venceu por 3:2 .

E AGORA ?

Desde já, a próximo luta de Hebert Conceição será no dia 1 de agosto, às 6h18 (horário de Brasília). O adversário será o cazaque, Ablkahn Amankul que vem de vitória sobre o uzbeque, Fanat Kakhramonov. O confronto será válido pelas 4ª de final e que sair vencedor, assegurará ao menos o bronze.

Foto destaque: Divulgação/CBBOXE  

mm
Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.

Related Post