O macaense saiu de casa em 2007 para viver da natação. Nos últimos nove anos, Bruno Fratus perseguiu uma medalha olímpica que não vinha. Após um 4º lugar em Londres-2012 e 6º nos Jogos do Rio-2016, o atleta de 32 anos nadou a prova da vida que entrou para a história. Nesse sentido, com o tempo 21s57 e um grito entalado por três finais olímpicas, o nadador brasileiro conquistou o bronze nos 50 metros livre neste 31 de julho de 2021, em Tóquio.

A saber, o ouro é de Caeleb Dressel, estadunidense dono do novo recorde olímpico com seus 21s07, enquanto o francês Florent Manadou faturou a prata com 21s55.

Advertisement

FRATUS COLOCA NOME NA HISTÓRIA

A princípio, o nadador coloca no peito nada menos que a quarta medalha do Brasil nos 50 metros livre. Agora, Bruno Fratus deixa seu legado no histórico positivo do país em provas de velocidade.

Com uma carreira de altos e baixos, o nadador é exemplo de persistência. Depois de frustrações em Olimpíadas, Fratus protagonizou grandes momentos da natação brasileira.

Aos 32 anos, Fratus é um dos atletas mais experientes da delegação do país no Japão. Assim, são sete medalhas em Jogos Pan-americanos – cinco de ouro e duas de prata – conquistadas entre Guadalajara 2011 e Lima 2019.

Além disso, o nadador possui quatro medalhas em Campeonatos Mundiais: três pratas e um bronze (Kazan 2015, Budapeste 2017 e Gwangju 2019), o que atesta a sua regularidade.

Foto: Reprodução/Reuters/Marco Djurika

Luma Lane Rodrigues on Email
mm
Meu nome é Luma Lane. Tenho 18 anos, sou da cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro e estou cursando o segundo período de jornalismo no UBM - Centro Universitário de Barra Mansa.
Sempre fui apaixonada na área - em especial no jornalismo esportivo - e entrar para a faculdade me deu ainda mais certeza de que esse é o meu sonho. Gosto bastante de fotografar, ouvir músicas, ler e escrever.
Considero o ramo extremamente importante e necessário, pelo contato com o público e por ter a transmissão da verdade como pilar principal. Nesse sentido, meu objetivo é conhecer diferentes culturas, esportes e pessoas, para contribuir de forma cada vez mais eficaz ao mundo.
Nesta que é a minha primeira experiência profissional, espero colaborar com meus textos para o crescimento da plataforma, além de aprender com as técnicas do site para evoluir na carreira.

Related Post