Caio Paulista

Caio Paulista concedeu entrevista nesta quinta-feira (27), no CT do Fluminense. A saber, o atacante de 23 anos marcou o primeiro gol da equipe na vitória sobre o River Plate, pela Libertadores. Assim sendo, o jogador falou sobre a boa fase.

“Minha mãe sempre conversou comigo, principalmente na época que saí daqui. Eu falei que fiquei muito chateado e ela disse ‘Deus não é Deus de confusão e não me daria um fardo que eu não pudesse carregar’. Ela disse que ele não me deixaria sair em vergonha e que um dia eu iria voltar. Eu disse que tinha certeza. E minha mãe ora muito. E ela falou que quando eu voltasse para cá seria para marcar a minha passagem. Deus escreve certo por linhas tortas. Quando cheguei aqui estava sendo muito criticado, mas nunca desanimei. E hoje estou colhendo os frutos do meu trabalho. E ainda é só o começo. Tem muitas coisas boas para vir”.

Advertisement

CARINHO DA TORCIDA

Após a partida, surgiram os memes. A saber, o último foi “Frio e Caipaulista”. Dessa maneira, o atacante comentou que está dando bastante risada. Posteriormente, falou sobre o carinho que vem recebendo da torcida:

“Fico muito feliz. Só eu sei o quanto eu lutei, o quanto eu fiquei triste também durante bastante tempo. Quando saí desse clube depois de jogar na base, eu sabia que um dia eu voltaria para viver o momento que estou vivendo agora. Espero viver muito mais com essa camisa do Fluminense. Mas para um começo já é um começo muito bom”.

CAIO PAULISTA FALA SOBRE APOIO DE FRED

Caio Paulista marcou o gol com assistência de Fred. Aliás, o jogador contou que recebe ajuda de vários companheiros. Inclusive o centroavante, que o colocava para treinar finalizações. Além disso, outros veteranos, como Nenê e Ganso, também falavam para ele ter calma.

“Aqui todo mundo me dava força. Todo mundo conversava comigo. Eu mesmo sabia que não estava em um momento muito bom, que já é um ótimo passo. Eu sabia que tinha que trabalhar. Trabalhava diariamente, forte, quieto. Sabia que uma hora as coisas começariam a acontecer. E graças a Deus começaram. Aqui todo mundo se ajuda muito. O Fred conversava comigo, o Nenê, o Ganso. Falavam ‘calma’. O Fred me pegava no fim do treino para treinar finalização. Isso foi muito importante para mim. Isso foi importante para eu ficar calmo”.

E completou falando sobre a importância de Fred:

“O Fred é um cara que sempre me motivou, sempre acreditou em mim, sempre conversou comigo, falava para eu ficar tranquilo, para eu treinar. Quando acabava os treinos falava para eu treinar finalização que as coisas começariam a acontecer, que a bola começaria a bater na trave e entrar, bater no zagueiro e entrar. E graças a Deus eu estou conseguindo botar a bola na rede”.

GRUPO DA MORTE NA LIBERTADORES

Após o sorteio da fase de grupos da Libertadores, diversos comentários davam conta que o Fluminense estava no “grupo da morte”. A saber, com River Plate, Santa Fe e Junior Barranquilla. No entanto, o Tricolor não só se classificou, como terminou em primeiro no Grupo D.

“Sabíamos que o grupo era muito forte. Todos falavam que era o “grupo da morte”. Mas mantivemos a tranquilidade. Sabemos que nossa equipe é muito forte e iríamos em busca da classificação. A classificação ficou para a última rodada, fomos na casa do River em busca da vitória e conseguimos sair de lá com a classificação carimbada”.

ROGER MACHADO CONVERSOU COM CAIO PAULISTA

O jogador também revelou conversa com o técnico Roger Machado. Assim sendo, o comandante contou que iria dar oportunidade primeiro aos mais jovens. No entanto, Caio Paulista seguiu trabalhando.

“Ele conversou comigo. Temos sempre que trabalhar, independentemente de estarmos jogando ou não. Continuei treinando. É um ambiente muito tranquilo. Ele conversou comigo, falou que primeiro daria oportunidade para os meninos. Mas eu continuei trabalhando. Sabia que uma hora a oportunidade ia cair no meu colo e graças a Deus eu estava preparado”.

CAMPEONATO BRASILEIRO

Agora o Fluminense volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Posto que faz sua estreia contra o São Paulo, no próximo sábado (29). O duelo será no Morumbi, às 21h (horário de Brasília).

“Vai ser um jogo muito difícil. Sabemos que a equipe do São Paulo é muito forte. Mas estamos trabalhando bastante e vamos em busca da vitória fora de casa. Será um jogo muito bom” encerrou.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

mm
Sou formada em Letras e atualmente curso Jornalismo. Sempre gostei de ler e de escrever, o que me levou a seguir nessas áreas.

1xBet


Related Post