Colômbia

O futebol profissional da Colômbia não pode estar alheio à difícil situação que atravessa o país, é isso o que pensam os atletas. Já são dois finais de semana em que a bola não rola, pois não há garantias nos estádios das principais cidades. A princípio, os estádios estavam vetados devido à pandemia; agora as pessoas protestam e gritam pelas ruas. No momento, o esporte deve ficar em segundo plano.

Houve protestos na Colômbia enquanto a bola rolava entre América de Cali x Atlético-MG

Durante os jogos em Barranquilla, na última quarta-feira (12), entre Junior x River Plate, e na quinta-feira entre América x Atlético-MG, houve explosões fora do estádio e falhas na transmissão. Diante disso, os jogadores não querem ficar indiferentes. Além disso, dispensam reviver o que o mundo inteiro pôde assistir durante os últimos jogos da Libertadores.

Advertisement

Pela primeira vez, todos os líderes da Associação Colombiana de Futebolistas (Acolfutpro), se encontraram – via chamada de vídeo – com a Federação Colombiana de Futebol (FCF), para expressar apoio e pedir à Dimayor a suspensão da Liga BetPlay 2021-I. A Acolfutpro divulgou uma nota no último dia 13, que expressou a posição dos jogadores em relação a crise.

“Queremos manifestar nosso total apoio ao povo colombiano em seus protestos, e nos unimos a vocês que pedem por um país mais justo, equitativo e inclusivo”, diz o início da nota.

Em resumo, os jogadores mostraram estar atentos a situação. Dessa forma, pediram a FCF que parasse os torneios  para evitar riscos maiores no futuro. Tanto os times brasileiros quanto argentinos ficaram chocados com a situação e fizeram uma convocação especial à Conmebol para analisar o panorama no país do café, tendo em vista que se aproxima a Copa América, que tem a região como sede. Como resultado, a Copa está suspensa, e a liga nacional também.

A situação da Liga Colombiana

A partida entre Deportivo Cali x Tolima, válida pelas quartas de final da liga foi adiada duas vezes, enquanto outros semifinalistas já foram definidos. No entanto, os jogos de ambas as fases terão de esperar, em princípio, até o fim de maio para acontecer.

Decerto, os colombianos não têm cabeça para o futebol no momento. Pedem por mudanças urgentes e, por isso, os jogadores de futebol aderem aos pedidos dos cidadãos. Para eles, o esporte pode esperar. Assim, ter bola rolando nos estádios por enquanto se torna um caso indefinido.

Foto destaque: Reprodução/Nytimes

mm
Escolhi o jornalismo porque sou apaixonada por escrever e por grandes histórias. Escrever sobre futebol não é um trabalho pra mim, é um hobby. Hoje curso Relações Públicas e pretendo um dia trabalhar na comunicação interna de um clube de Futebol.

1xBet


Related Post