Maya Yoshida, o capitão japonês (Reprodução/JFA)

O zagueiro da Sampdoria e capitão do Japão, Maya Yoshida, criticou a falta de público nas Olimpíadas. Dessa maneira, o defensor pede às autoridade que reconsiderem a proibição de espectadores. A ideia é que liberem antes do início dos torneios de futebol, nesta quarta-feira (21).

Os torcedores não poderão estar nos Jogos Olímpicos porque os casos de infecções de coronavírus aumentaram. No entanto, a J-League (campeonato japonês de futebol) e a liga de beisebol. Além disso, no amistoso contra a Espanha, que acabou 1 x 1, houve torcedores com distanciamento. Dessa maneira, o capitão Yoshida disse:

Advertisement

“Acho que muito dinheiro dos impostos das pessoas vai sustentar essas Olimpíadas. Apesar disso, as pessoas não podem ir assistir. Então você fica se perguntando para quem é e para que serve as Olimpíadas. Claro que os atletas querem jogar na frente dos torcedores”.

“Nossas famílias sacrificaram e aguentaram as coisas, eles nos apoiaram quando estávamos competindo na Europa. Não são apenas os jogadores que estão competindo, mas os membros da família, cada um deles. Então, se eles não podem assistir à partida, bem para quem e para que é essa partida, fica a pergunta. Eu realmente espero que possamos reconsiderar isso seriamente”.

Além disso, o Japão está no grupo A e estreia contra a África do Sul, em Tóquio. A equipe é promissora e tentará passar de fase, lutará contra o México diretamente.

Foto Destaque: Reprodução/JFA

Gabriel Yudi
Sou aluno de Jornalismo da PUC-SP (4/8). Sou um grande fã de futebol e do Pelé. Meus sonhos são cobrir uma Copa do Mundo em loco e dar um espelho para que pessoas iguais a mim, asiáticos, tenham alguém para se inspirar.

Cyber


Related Post