Daniel Ricciardo vence o GP da Itália

Neste domingo (12), o autódromo de Monza, na Itália recebeu o Grande Prêmio de Formula 1 2021. A corrida que se desenhava para ou Max Verstappen ou Lewis Hamilton vencerem no tradicional circuito italiano. Entretanto, após uma forte batida, os dois candidatos ao título ficaram de fora, abrindo espaços para surpresas. Por fim, com dobradinha da Mclaren, o australiano Daniel Ricciardo vence na pista europeia.

Início do GP da Itália

Acima de tudo, a  corrida iniciou de forma até que limpa, tendo poucos problemas, como a tentativa entre Hamilton e Max, que acabou melhor para o Holandês. Por outro lado, o acidente mais forte, acabou entre Carlos Sainz e Antoinne Giovinazzi, que fez com que o piloto italiano quebrasse seu pico.  Consequentemente, na volta de número 15, houve mais um problema dessa vez entre Sebastian Vettel e Esteban Ocon que fez com que o alemão fosse para fora, mas não abandonou a corrida.

Advertisement

Parada nos box

A batalha pela liderança se mostrou nas paradas de troca de pneus, Verstappen teve uma pit stop muito lento, 11 segundos. Logo em seguida, Hamilton também teve problemas, com 4,6 s, mas  voltando na frente do seu rival. Mas, na primeira curva pós os boxs, os dois pilotos não tiraram o pé do acelerador, e assim a RBR bateu e ficou por cima da Mercedes, dando fim de corrida ao dois. Sendo assim, as Mclarens tiveram o caminho livre para a vitória.

Final de prova

Com uma estratégia muito bem planejada e com mais bandeiras amarelas junto com o Safety Car, a tradicional Mclaren caminhou em passos largos rumo a vitória. Valtteri Bottas que largou na penúltima posição, ficou na terceira posição, após Sergio Perez sofrer uma punição. Por fim, com grande mérito, Ricciardo vence o GP de Monza, com Norris em segundo, fazendo uma dobradinha que não acontecia desde 2009, com Jenson Button e Rubens Barichello, no Brasil, com o antigo nome da Scuderria Brawn.

Como fica o campeonato após o GP da Itália?

Com os líderes sem pontuar, Max Verstappen lidera a 5 pontos de Lewis Hamilton e Valteri Bottas em terceiro com mais 100 pontos de diferença. Entretanto, no campeonato de Construtores, a Mercedes fica no topo e amplia a diferença sobre a RBR, em terceiro vem a Mclaren. Em suma, os pilotos terão duas semanas de descanso e voltam na Rússia, no GP de Sochi.

Foto Destaque: Divulgação/F1

Bruno Gabriel
Olá, meu nome é Bruno Gabriel, tenho 21 anos e estudo Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo. Pretendo seguir na área de esportes, é um sonho desde criança. Espero alcançar os maiores eventos esportivos com muita criatividade e bom humor. Instagram: @bruhh_g21.

Cyber


Related Post