Conheça a VKS e a Sharks, representantes brasileiras no primeiro mundial de Valorant Foto destaque: Divulgação/Riot Games

O primeiro campeonato mundial de Valorant da história aconteceu presencialmente, na Islândia, entre 24 e 30 de maio de 2021. O torneio juntou as dez maiores equipes do mundo para competir entre si, assim decidindo quem levaria o título de primeiro campeão mundial e a incrível premiação de  600 mil dólares, cerca de R$3,186 milhões.

Dessa forma a norte-americana Sentinels foi a grande campeã do Masters Reykjavík, derrotando a Fnatic pelo placar de três a zero.

Advertisement

Porém o Brasil também teve seus representantes nesse torneio tão importante para o cenário competitivo de Valorant. Visto que o incentivo para Pro-players no país ainda é pequeno, mas tem muito potencial se considerar o curto tempo que o jogo da Riot Game têm e o sucesso que se tornou. Logo, é importante conhecer as duas equipes que representaram o Brasil no campeonato, sendo elas: Team Vikings e Sharks Esports.

Team Vikings

O time da VKS é formado por FRZ, GTN, Sutecas, Saadhak e sua grande estrela Sacy, que se destaca pela facilidade de jogar com o agente Sova. A equipe foi formada com o intuito de desbancar a grande Gamelanders, e um dos seus grandes momentos foi justo contra essa equipe. No primeiro VALORANT Regional Masters no Brasil, a Vikings venceu o confronto por três a zero e levou, além do importante título, 90 mil reais para casa.

Porém, infelizmente não obteve um resultado tão positivo assim no Mundial. A Team Vikings perdeu para a Team Liquid,  e apesar de apresentarem uma boa gameplay, os europeus acabaram sendo superiores, contaram com a boa atuação do finlandês Elias “Jamppi” Olkkonen e venceram por dois a zero. Dessa forma, a VKS terminou em quinto lugar e levou para casa 40 mil dólares em premiação.

 Sharks Esports

Fundada pela luso-brasileira YNG Sharks Esports de CS:GO, a equipe brasileira é composta por: fra, prozin, DeNaro, gaabxx e light. Logo na sua estreia do Mundial, a Sharks perdeu para o time sul-coreano NUTURN. E posteriormente os brasileiros foram eliminados para a equipe argentina KRÜ Esports. Apesar de ter ficado em nono lugar no torneio, a equipe levou para casa uma quantia de 15 mil dólares.

Não se engane com esses resultados pois, apesar de ter um time recém formado para o cenário competitivo de Valorant, a equipe da Sharks tem um enorme potencial e promete dar trabalho nos próximos campeonatos.

Competições

Atualmente a Sharks disputa uma vaga na fase dois do VALORANT Challengers Brazil contra a Gamelanders, e tem como destaque o Gaabx, que é especialista em jogar com a Jett, uma das agentes duelistas. A partida está marcada para o sábado, dia 10 de julho de 2021. Você pode acompanhar como foi no canal oficial do Valorant Brasil na Twitch, ou nas redes sociais do torneio.

Foto destaque: Divulgação/Riot

Processo E-Sports

Bet 7


Related Post