Karsten Warholm atletismo

Antes de mais nada, vai começar o Atletismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Deste modo, esta é o esporte que mais distribui medalhas nos jogos, além de ter grandes estrelas. Inclusive, vários brasileiros. Contudo, na maioria das modalidades, o Brasil acaba ficando atrás. Portanto, conheça agora os principais atletas em algumas das principais modalidades do Atletismo.

Karsten Warholm

Karsten Warholm é um exímio atleta dos 400m com barreiras da Noruega. Assim, o norueguês chega a Tóquio como o “rei” desta categoria. Warholm é bicampeão do mundo da categoria de 400m com barreira (2017 e 2019). E na última competição antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Warholm quebrou o recorde mundial ao correr em 46,70 segundos. O recorde antigo era do americano Kevin Young, que foi oito centésimos mais lento do que o norueguês, conquistado em Barcelona 1992. Além disso, o atleta quebrou o recorde em seu país natal, em Oslo, Noruega.

Advertisement

Contudo, apesar de ser o favorito, Karsten Warholm tem concorrência. E ela vem dos Estados Unidos (Rai Benjamin) Catar (Abderrahman Samba). Estes três são os únicos do mundo a conseguir correr abaixo dos 47 segundos, e são os grandes favoritos ao pódio. Por outro lado, o time Brasil estará representado nos 400m com barreira, por meio do atleta Alison dos Santos, o Piu. Ele detém o recorde sul-americano na categoria, contudo, não é o grande favorito. Você poderá acompanhar os 400m com barreiras a partir do dia 29/7, com a final sendo realizada no dia 2/8.

Eliud Kipchoge

Em suma, nós, brasileiros, conhecemos bem o poder do Quênia em maratonas. Esta nação vem dominando a principal corrida de rua do Brasil e da América do Sul, a Corrida de São Silvestre. Sendo assim, não é surpresa que o país africano seja favorito a medalha de ouro. E este favoritismo está por conta de Eliud Kipchoge. Kipchoge é considerado praticamente imbatível no mundo da maratona, onde é recordista mundial e atual campeão olímpico. O único ser humano a correr 42km em menos de duas horas (em uma prova não oficial) vem em um momento muito bom para Tóquio, já que venceu nove das últimas 11 provas que disputou.

Todavia, diferente do primeiro nome citado, Eliud Kipchoge não tem grandes ameaças ao seu domínio. Já que seu principal rival e também lenda das maratonas, Kenenisa Bekele (Etiópia), abdicou de sua vaga olímpica, alegando não ter tempo hábil para preparação. A maratona masculina acontece no dia 7/8.

Armand Duplantis

Armand Duplantis é o grande prodígio do Salto com Vara. Com apenas 21 anos, o sueco bateu o recorde mundial do salto com vara ao cravar 6,15m. Assim, o sueco que nasceu, mora e treina nos Estados Unidos, parte para sua primeira Olimpíada com amplo favoritismo. Armand Duplantis estreou apenas em 2019, e de lá para cá, acumula resultados impressionantes.

O sueco terá forte concorrência a medalha de ouro em Tóquio. E esta concorrência será do americano Sam Kendriks, bicampeão mundial de salto com vara, do francês Renaud Lavillenie, campeão olímpico em Londres 2012 e medalha de prata no Rio de Janeiro e do polonês Piotr Lisek, primeiro de seu país a saltar mais de seis metros. Além disso, correndo por fora, está o brasileiro Thiago Braz, atual campeão olímpico. Thiago vem oscilando de resultados bons e ruins, e por isso, acaba sendo deixado de lado pelos especialistas nas chances de medalha de ouro. O salto com vara acontece no dia 30/7, já a final será no dia 3/8.

Shelly Ann Fraser

Primeira mulher a aparecer nesta lista, a jamaicana Shelly Ann Fraser compete em três modalidades, sendo elas os 100m e 200m rasos, além do revezamento 4x100m. Entretanto, onde Fraser se destaca é nos 100m, onde ela é bicampeã olímpica. E assim como seu compatriota já aposentado Usain Bolt, a jamaicana buscava o tricampeonato olímpico inédito. Todavia, diferente do Raio, Shelly Ann Fraser ficou apenas com a medalha de bronze aqui no Rio. Aos 34 anos, ela é a atual campeã mundial da categoria dos 100m rasos, e em sua última competição, cravou o melhor tempo da carreira (10,63″)

Shelly Ann Fraser terá pela frente a compatriota Elaine Thompson, atual campeã olímpica como grande adversária. E claro que as americanas também vem muito fortes, com Teahna Daniels, Javianne Oliver e Jenna Prandini. Do time Brasil, Rosângela Santos e Vitoria Rosa tem bons tempos e podem surpreender. Os 100m rasos femininos será no dia 29/7 e 31/7.

Foto Destaque: Reprodução/Daniel Tengs/Red Bull Content Poll

João Victor Freire on Email
mm
Eu escolhi o jornalismo pois é o que eu sei fazer desde criança. Trabalhar com jornalismo esportivo é um sonho que se realiza a partir de agora.

Bet 7


Related Post