Corinthians

Nesta terça-feira (16), o Corinthians venceu o Nacional (URU) em partida válida pela semifinal da Libertadores Feminina. Em um segundo jogo que ambas se enfrentam na competição, a partida termina com um movimento histórico contra o racismo. Logo, as meninas Alvinegras venceram por 8 x 0 com uma manifestação de protesto e vão direto para a final em Montevidéu.

1º Tempo

Antes de tudo, o Corinthians abriu o placar logo aos 11 minutos de jogo. Assim, Yasmim cobrou escanteio milimétrico pela direita e encontrou a cabeça de Giovanna Campiolo, que estufou as redes e abriu o placar. Logo depois, aos 36′, Adriana teve a chance de ampliar a vantagem das paulistas, mas o primeiro tempo terminou com 1 x 0.

Advertisement

2º Tempo

Antecipadamente, no retorno do intervalo, o Corinthians voltou ainda melhor e balançou muitas vezes a rede. O primeiro foi um golaço. Aos 4 minutos, Diany fez linda jogada individual, confundindo a defesa do Nacional, duas delas logo nos primeiros 10′. Já aos 9′, Adriana finalizou dentro da área, mas a goleira uruguaia defendeu. No rebote, Vic Albuquerque aproveitou e estufou as redes para fazer o 3 a 0.

Em seguida, aos 17′ e outro em seguida com 19′, as Brabas chegaram ao 4° e 5° gols, com Gabi Portilho e Jheniffer. Logo depois, um pênalti foi dado ao Corinthias. Na cobrança, Adriana largou pro fundo das redes. No entanto, do outro lado a sua parceira Vic ouvia o nome “macaca” saindo da boca de uma jogadora do Nacional.

Depois, as meninas da Fiel seguraram bem o jogo com muita coragem, a surra de gol calava a postura das uruguaias. Nos minutos finais, Grazi, recebeu um passe dentro da área e fez o último gol. Na comemoração, mais uma vez os braços erguidos e um recado importante: racistas não passarão!

Corinthians x Nacional – E agora?

A princípio, com o resultado, o Corinthians vai à final da Libertadores e enfrenta o Independiente Santa Fé em busca do Tricampeonato. Já o Nacional, apesar de não ter mais chance de título, ainda disputa o 3º lugar da Libertadores Feminina contra a Ferroviária. A saber, a partida acontece nesta quinta-feira (18), no Estádio Arsenico Erico, em Assunção, no Paraguai.

Foto Destaque: Reprodução/ Instagram Corinthians 

Gabrielle Sena
Escolhi o jornalismo por que eu sempre tive paixão pelas palavras. Desde muito nova eu escrevia sobre tudo e de alguma forma eu sentia que era ouvida. Sou Gabrielle Sena, tenho 22 anos, moro na capital de São Paulo, jornalista e atualmente faço pós-graduação em Jornalismo Esportivo. Eu sempre quis ser escritora, entrei no jornalismo para poder aperfeiçoar minha paixão. Durante a faculdade escrevi um livro reportagem sobre Mães Narcisistas, entrevistei 20 mulheres de todos os lugares do país e contei as suas histórias. Escrever um livro foi a minha maior conquista.
O Esporte me faz sair da minha zona de conforto. Sou muito persistente com o que eu quero e me esforço 100%. Meu objetivo é crescer como jornalista e continuar me desafiando todos os dias.

Bet 7


Related Post