Áudio do presidente do Botafogo

O presidente do Botafogo, Durcesio Mello, revelou, em áudio vazado, que não ficou satisfeito com a venda do lateral Pedro Victor ao Internacional. De acordo com o mandatário, a negociação só ocorreu em razão da má fase financeira do clube alvinegro. O jogador de 19 anos chegou ao Colorado na última semana, e ainda não estreou pelo seu novo time.

Áudio vazado

A princípio, a transação foi realizada para aliviar os cofres do clube carioca. Segundo Durcesio diz no áudio, a negociação do atleta não o agradou, mas era uma necessidade para o momento que vive o Botafogo. Além disso, ele ainda fala sobre a porcentagem do passe do PV que se manteve com o alvinegro. Confira:

“O Botafogo recebeu tudo à vista, R$ 2,6 milhões. Só R$ 400 mil e 400 que vai ser até o final do ano. Está todo o dinheiro no sindicato. Ou seja, 100% para pagar salários de jogadores e de funcionários, que a gente precisa. Porque você tem que entender o seguinte, se eu não pagar salários, eu perco o jogador de qualquer maneira. E se o Internacional vender no futuro em euros, nós temos 25% do passe. A gente tinha 50, temos 25. Então, se o Internacional vender amanhã por € 10 milhões, a gente vai botar dois milhões e meio de euros no bolso. Simples assim. Você acha que eu não estou triste? Eu estou muito chateado de ter que vender o PV, porque apareceu essa oportunidade” relatou o presidente do Botafogo.

O lateral chegou ao Internacional após ser negociado por R$ 3 milhões. Com o valor pago, o Colorado obteve 25% do passe do atleta. Antes, o Botafogo tinha pago cerca de R$ 300 mil para adquirir 50% do jogador, revelado pelo Nova Iguaçu. Portanto, a negociação gerou lucro para o Glorioso, que deve pagar parte dos salários atrasados com o dinheiro que entrou no caixa do clube.

Foto destaque: Divulgação/Vitor Silva/Botafogo

mm
Jornalista em formação, carioca quase da gema e apaixonado por contar histórias.

Related Post