China bate a Bélgica

Na madrugada desta segunda-feira (2), na Saitama Super Arena, a China derrotou a Bélgica por 74 x 62. A partida aconteceu pela 3ª rodada da fase de grupos do basquete feminino nas Olimpíadas de Tóquio. O confronto colocou frente a frente as duas equipes que brigavam pela melhor campanha de sua chave. Assim, com o triunfo, as chinesas fecharam a primeira fase com 100% de aproveitamento e a primeira colocação do Grupo C.

1º quarto

O jogo começou lá e cá. Li Yueru liderou os ataques da China, mas Emma Meesseman não ficou para trás e mostrou porque é o principal nome da equipe belga. Logo, com certo equilíbrio, nenhum dos lados conseguiu abrir grande vantagem. A Bélgica mostrou um bom repertório na área rival, mas pecou nos chutes do perímetro. Já as chinesas, com seu jogo mais focado no garrafão, erraram arremessos que não costumam errar. Assim, as europeias conseguiram ligeira liderança: 17 x 21.

Advertisement

2º quarto

Com arremesso certeiro de longe e um acerto em lance livre posterior, Julie Allemand deixou as belgas com sete pontos de frente. Contudo, Zhenqi Pan logo baixou a diferença. Meesseman e Yueru seguiram bem, desequilibrando quando participavam dos ataques. Foi justamente com sua pivô que a China conseguiu virar o marcador. Todavia, Meesseman igualou tudo. Porém, nos instantes finais, as chinesas conseguiram abrir cinco pontos de vantagem, segurando apenas um ao zerar do cronômetro: 38 x 37.

3º quarto

Na volta do intervalo, a Bélgica logo virou com bola tripla de Antonia Delaere. Posteriormente, após uma rápida trocação, as chinesas tiveram um excelente aproveitamento, principalmente no garrafão, e conseguiram ficar à frente no placar. Ting Shao, em dois ataques seguidos, colocou sete pontos de frente à China. Jana Raman ainda tentou deixar a situação menos desfavorável para as belgas, mas Xu Han manteve a mesma distância há seis segundos do fim: 59 x 52.

4º quarto

Mesmo precisando do triunfo para tomar a liderança do grupo, as belgas esbarraram na defesa adversária no último quarto. Com Siyu Wang, a China tratou de colocar quase 10 pontos de frente. Melhor atacante pelo lado da Bélgica, Kim Mestdagh fez três cestas de quadra e manteve sua equipe no páreo até certo ponto, inclusive baixando a diferença para três. Contudo, as chinesas se encontraram, e Zhenqi Pan e Li Meng decretaram o triunfo do time na reta final, criando uma cordura segura no marcador: 74 x 62.

Imagem
Reprodução/FIBA

China x Bélgica – e agora?

A China fechou sua participação na fase de grupos com três vitórias em três jogos. Logo, ficou em primeiro na chave C e vai encarar a Sérvia na próxima fase dos Jogos de Tóquio. Por sua vez, a Bélgica, com dois triunfos e um revés, avança como segunda do grupo e jogará contra o Japão nas quartas de final.

Melhores momentos – China x Bélgica

Em breve…

Foto em destaque: Divulgação/FIBA

Leonardo Abrahão on Email
Leonardo Abrahão
Jornalista em formação pela Universidade Nove de Julho. Redator e setorista do São Paulo no núcleo de basquete. Comentarista e repórter da Rádio Poliesportiva em transmissões de futebol, além de repórter do futebol chinês no podcast Futebol na Veia.

Related Post