EUA consegue mais duas medalhas para o seu quadro

No último domingo (25), EUA conseguiram mais duas medalhas para a natação, sendo elas ouro para revezamento 4x100m masculino e prata nos 400m livre feminino. Assim também, tivemos a finais dos 100m borboleta feminino e 100m peito masculino. Igualmente, tivemos as semifinais dos 100m costa masculino, 200m livre masculino, 100m peito feminino e 100m costa feminino.

100m borboleta feminino: Por um milésimo

Por um milésimo, a jovem Torri Huske (55.73) acabou ficando fora do pódio. Iniciando o pódio, o 3º lugar ficou com a australiana Emma Mckeon (55.72). Em seguida, temos a chinesa ZhanYufei (55.64) que conseguiu a 2º colocação. Por fim, a canadense Margareth MacNeil (55.59), ficou com o ouro, assim fechando o pódio dessa prova.

Advertisement

100m peito masculino: Não foi dessa vez

Ninguém esperava que o campeão mundial dos 100m medley individual Michael Andrew (58.84) fosse ficar em 4º lugar nessa prova. Afinal, ele era um dos favoritos para ganhar. Assim, quem ficou em 3º foi o italiano Nicolò Martinenghi (58.33). Em seguida, temos o holandês Arno Kamminga (58.00) que ficou com o 2º lugar. Por fim, um dos favoritos também da prova, o britânico Adam Peaty (57.37) conseguiu levar o ouro para a casa, sendo a primeira da Grã-Bretanha nos jogos olímpicos 2020.

400m livre feminino: Mais uma medalha para o EUA 

Nos 400m livre feminino, tivemos a americana Katie Ledecky (3:57.36) conseguindo a medalha de prata na prova. Lembrando que Katie é a recordista mundial da prova (3:56.46), feito que conquistou nas olimpíadas do Rio 2016. Fechando o pódio, temos em 1º lugar, a australiana Ariane Titmus (3:56:69), conquistando a segunda medalha de ouro na natação para o país. Por fim, o 3º ficou com a chinesa Li Bingjie (4:01.08).

Revezamento 4x100m masculino: EUA leva o ouro

Era de esperar o ouro para os EUA (3:08.97), pois a equipe é detentora de inúmeras medalhas na prova, sendo que é a prova que os EUA possuem mais medalhas de ouro (16 no total). Completando o pódio, temos a Itália (3:10.11) e a Austrália (3:10.22).

 

Tivemos semifinais 

200m livre masculino

Na semifinal 1, infelizmente o nadador americano Townley Hass (1:46.07) ficou na 5º colocação da sua bateria e não conseguiu se classificar para as finais. Apesar disso, na semifinal 2, o americano Kieran Smith, conseguiu a classificação ficando em 2º tanto na sua bateria quanto na classificação geral.

100m peito feminino

Nessa semifinal, ambas americanas conseguiram a classificação, Lilly King (1:05.40) ficou na 2º colocação da sua bateria e em 2º na classificação geral. Assim também, Lydia Jacob (1:05.72) ficou na 1º colocação da sua bateria e 3º colocado na classificação geral. Por fim, sabemos que as duas tem grande chance de medalha na final dessa prova, pois King conquistou duas medalhas de ouro nas olimpíadas do rio 2016. No rio, ela se tornou recordista mundial nos 100m peito.

100m costas masculino

Podemos esperar medalha de ouro nessa prova para os EUA, pois Ryan Murphy (52.24) teve o melhor tempo nas semifinais. Por fim. americano já foi ouro nas olimpíadas do Rio 2016, sendo as provas, 100m e 200m costas e revezamento 4x100m medley.

1oom costas feminino

Com recorde olímpico sendo quebrado, as americanas Regan Smith (57.86) e Ryan White (58.46), conseguiram a classificação sem dificuldades. Dessa forma, Smith ficou em 1º da sua bateria e na classificação geral e White ficou em 2º na bateria e 3º colocado na classificação geral. Por fim, podemos ter dobradinha americana na final.

Onde e quando assistir?

As finais do segundo dia, você pode assistir no Sport Tv, no dia 26/07, a partir das 22:30 (horário de Brasília).

Foto destaque: Divulgação/USA Swimming

mm
Um rapaz que adora o mundo da comunicação e informação. Amante dos esportes, principalmente do Futebol e Basquete. Desde criança assisto as partidas com o meu pai, e cada jogo para mim é uma emoção diferente. Isso me move a cada dia mais.

Bet 7


Related Post