EUA batem Sérvia

Na madrugada desta sexta-feira (6), na Saitama Super Arena, os Estados Unidos bateram a Sérvia por 79 x 59. A partida aconteceu pela primeira semifinal do basquete feminino nas Olimpíadas de Tóquio e confirmou o favoritismo americano. Com isso, os EUA irão disputar sua sétima final olímpica seguida, enquanto as sérvias brigarão pelo bronze.

1º quarto

O primeiro período foi derradeiro. As americanas não se seguraram e foram para cima desde o começo. Assim, abriram boa vantagem e se aproveitaram de seu forte volume ofensivo para converter as chances criadas. Por sua vez, as sérvias erraram muito, tendo um aproveitamento ruim nos chutes de quadra, o que explica muito a diferença criada no placar. Logo, praticamente com o dobro de pontos das rivais, os EUA venceram a primeira parcial facilmente: 25 x 12.

Advertisement

2º quarto

Graças a boa distância no marcador, as americanas puderam cadenciar mais o jogo. Seu aproveitamento nos arremessos seguiu próximo do que foi no primeiro quarto, enquanto o das sérvias, ainda errando muito, também não mudou muito. Portanto, a partida foi se moldando a favor dos EUA, que contaram com grande jogo de Brittney Griner, Sue Bird e Breanna Stewart. Já a Sérvia tinha Yvonne Anderson como destaque ofensivo, mas não tão brilhante a ponto de diminuir a desvantagem: 41 x 23.

3º quarto

Na volta do intervalo, as sérvias tentaram se impor um pouco mais e conseguiram parciais equilibradas. O terceiro período teve um grande número de erros para os dois lados, além de acertos praticamente iguais. Breanna Stewart e Brittney Griner continuaram muito bem no garrafão e ajudaram nas conversões americanas. Do lado da Sérvia, Tina Krajisnik e Yvonne Anderson eram as mais perigosas. Por fim, com vantagem mínima, os EUA seguiram na dianteira e ficaram com quase 20 pontos de frente: 58 x 39.

4º quarto

O quarto final foi parecido com o terceiro. O aproveitamento das duas equipes foi bem parecido, com os EUA sendo um pouco mais efetivos. Em certo momento as duas técnicas rodaram bastante os times, já visando o próximo confronto, que vale, de fato, uma medalha. Chelsea Gray atuou se destacou, sendo um dos nomes americanos nos 10 minutos finais. Dessa forma, com a diferença por 20 pontos finalmente alcançada, as hexacampeãs olímpicas em sequência só esperaram o zerar do cronômetro: 79 x 59.

EUA x Sérvia – e agora?

Com o triunfo, os Estados Unidos disputarão sua sétima final de Olimpíadas seguida. A equipe briga pelo ouro contra o Japão, na noite deste sábado (7), às 23h30 (horário de Brasília). Enquanto a Sérvia, no mesmo dia 7, vai jogar contra a França, às 4h, em busca da medalha de bronze.

Melhores momentos – EUA x Sérvia

Em breve…

Foto em destaque: Divulgação/FIBA

Leonardo Abrahão on Email
Leonardo Abrahão
Jornalista em formação pela Universidade Nove de Julho. Redator e setorista do São Paulo no núcleo de basquete. Comentarista e repórter da Rádio Poliesportiva em transmissões de futebol, além de repórter do futebol chinês no podcast Futebol na Veia.

Bet 7


Related Post