Federer sem previsão de retorno, alto número de desistências, e Fritz passa mal em partida (Foto: Reprodução/Martin Bureau/AFP)

Em semanas de sequências de Masters 1000, as notícias fora das quadras do tênis continuam circulando. Ainda mais quando Roger Federer segue com dores no joelho e não confirma data para voltar às quadras. Além disso, alto número de desistências nos torneios recentes tira até Big Three de um mesmo Masters 1000. Por fim, Taylor Fritz passa mal em partida no Canadá devido ao forte calor.

FEDERER SEM PREVISÃO DE RETORNO

Ao passo que sofre com dores no joelho que o tiraram até mesmo dos Jogos Olímpicos, Roger Federer ainda não sabe quando voltará a jogar. Em entrevista ao jornal suíço ‘Blick’, o jogador revelou que só definirá o seu restante de calendário para 2021 após consultar os médicos para analisar o joelho. Tendo sentido em Wimbledon, Federer chegou a desistir do confronto que teria contra Matteo Berrettini pelas oitavas de final e desde então não voltou às quadras.

Advertisement

ALTO NÚMERO DE DESISTÊNCIAS

Antes mesmo de começar, o Masters 1000 de Cincinnati vê grandes nomes desistirem de participar. Desde já, nomes como Novak Djokovic e Rafael Nadal estarão fora do torneio. Durante o Masters 1000 de Toronto também houve desistências, principalmente a do Toro Miúra, que chegou a estar na chave, mas se retirou da competição por conta da lesão no pé esquerdo.

FRITZ PASSA MAL EM PARTIDA

Bem como enfrentava o australiano James Duckworth na estreia do Masters 1000 de Cincinnati, o estadunidense Taylor Fritz levou um grande susto quando passou mal no meio da partida. Por conta do forte calor, o jogador chegou a ter a pressão aferida e recebeu atendimento por mais de três minutos. Em seu Twitter, Fritz contou sobre o ocorrido. O tenista explicou que seu coração “começou a enlouquecer” sem motivo, e que foi uma das coisas mais estranhas que já o aconteceu.

MEDVEDEV: “QUERO MUITO SER O Nº1, MAS COM DJOKOVIC FICA DIFÍCIL”

Nº2 do ranking mundial e buscando incansavelmente o topo, Daniil Medvedev acha difícil com Djokovic ainda na ativa. O russo destacou que o sérvio vence todos os jogos que disputa em Grand Slam, e que é preciso derrotá-lo apenas na final. Além disso, Medvedev acredita que vencendo dois majors e um grande número de Masters 1000 conseguirá alcançar o posto.

Foto Destaque: Reprodução/Martin Bureau/AFP

Márcio Moreno

Related Post