Fórmula 1: Charles Leclerc fatura pole do Azerbaijão

Antes de mais nada, o treino de classificação para o GP do Azerbaijão de Fórmula 1 foi bem agitado. Assim, o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) faturou a pole position, com Lewis Hamilton (Mercedes) fechando a primeira fila. O líder do Campeonato Mundial de Pilotos, Max Verstappen (Red Bull), larga na 3ª colocação, abrindo a 2ª fila.

Além disso, formam os 10 primeiros os pilotos Pierre Gasly (AlphaTauri), Carlos Sainz (Ferrari), Lando Norris (McLaren), Sergio Perez (Red Bull), Yuki Tsunoda (AlphaTauri), Fernando Alonso (Alpine) e Valtteri Bottas (Mercedes). Após a corrida, a Fórmula 1 anunciou que Lando Norris sofreu uma punição de três posições no grid.

Advertisement

Qualificação 1 da Fórmula 1

Primeiramente, logo no início do Q1, houve um acidente na curva 15 do circuito. A mesma curva já havia causado problemas nos treinos livres para Leclerc e Verstappen. Contudo, desta vez, o azarado foi o canadense Lance Stroll (Aston Martin), que se chocou com o muro e causou a primeira bandeira vermelha do dia. Contudo, foi ótimo para a Williams, que com o cronômetro parado, teve mais tempo de consertar uma falha na bomba d’agua no motor do carro de George Russell.

No reinicio do Q1, a Williams conseguiu colocar Russell na pista, que, inclusive, avançou ao Q2. Por outro lado, Max Verstappen fez o melhor tempo do Q1 até então, com 1m41s760. Todavia, logo após a volta rápida do holandês, aconteceu mais uma bandeira vermelha: Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) atingiu o muro na mesma curva 15, e paralisou o treino. Após mais um reinicio, Hamilton superou o tempo do rival da RBR, com 1m41s545. Assim, os eliminados foram Nicholas Latifi (Williams), Mick Schumacher (Haas), Nikita Mazepin (Haas), Lance Stroll (Aston Martin) e Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo).

Qualificação 2

O Q2 começou tenso para Sergio Perez. O alemão Sebastian Vettel (Aston Martin) saiu dos boxes em cima do mexicano, que se irritou e esbravejou no rádio. Contudo, o Checo Perez anotou a melhor volta, a princípio, do Q2, com 1m41s630. Entretanto, não durou muito, já que seu companheiro de equipe, Verstappen, fez uma excelente volta com 1m41s625 e assumiu a ponta.

Assim, a grande surpresa foi o novato Yuki Tsunoda, que também fez uma volta muito boa, colocando-se em 4º lugar, com um tempo de 1m41s654. Inclusive, empurrando o tetracampeão Vettel para a zona de eliminação. Contudo, não houve tempo para que Sebastian melhorasse seu tempo, já que Daniel Ricciardo (McLaren) atingiu o muro na curva 3 e interrompeu o treino há um minuto do fim. Como a volta rápida tem em média 1m42s, o Q2 acabou ali. Os eliminados foram: Sebastian Vettel (Aston Martin), Esteban Ocon (Alpine), Daniel Ricciardo (McLaren), Kimi Räikkönen (Alfa Romeo) e George Russell (Williams).

Qualificação 3

Já no Q3, Charles Leclerc tratou logo de assumir a ponta em sua primeira tentativa, com 1m41s218. Seguido de Max Verstappen e Carlos Sainz. Contudo, apareceu Lewis Hamilton, tirando 100% do carro, e pulou para a 2ª posição, com 0.2 segundos atrás do monegasco.

E assim ficou, já que no segundo final, Yuki Tsunoda encontrou o muro na curva 3, e Carlos Sainz cometeu um deslize e perdeu sua asa dianteira na mesma curva, causando a quarta bandeira vermelha do treino, e encerrando as atividades da Fórmula 1 no sábado (5).

Foto Destaque: Divulgação/F1

João Victor Freire on Email
mm
Eu escolhi o jornalismo pois é o que eu sei fazer desde criança. Trabalhar com jornalismo esportivo é um sonho que se realiza a partir de agora.

1xBet


Related Post