Foto Reprodução; Twitter/ WSL

Nesta terça-feira (14), o brasileiro Gabriel Medina conquistou o tricampeonato mundial de surfe ao vencer Filipe Toledo na final do Rip Curl WSL Finals, em Trestles, Califórnia (EUA). Dessa forma, Gabriel iguala em títulos com Mick Fanning, Andy Irons e Tom Curren. Além disso, conseguiu manter o domínio brasileiro no Circuito Mundial, pois nas últimas sete edições, o Brasil levou em cinco.

Final contra Filipe

Medina venceu o compatriota em duas baterias. Na primeira delas, alcançou pontuação de 16.30 contra 15.70 de Filipinho. Quando o relógio já se aproximava do fim, Filipinho recebeu uma boa nota de 8.33, entretanto, nem teve tanto tempo assim de comemorar, pois Gabriel conseguiu pegar uma onda muito boa conquistando a segunda melhor nota do campeonato = 9.00. Na segunda bateria, Filipinho chegou no gás emendando dois aéreos, marcando 7.83. Medina conseguiu um 6.33, mas logo em seguida, com dois aéreos e dois reversos conseguiu um 8.50.

Além disso, a disputa teve de ser paralisada por 15 minutos, pois um tubarão tomou a cena na área da competição. Após sua passagem , a bateria seguiu adiante com Gabriel Medina beirando o absurdo de manobras. Já faltando 13 minutos para o final, conseguiu fazer um aéreo seguido por um floater e cravando a maior nota da competição = 9,03.

Jornada heróica

Na primeira temporada em Pipeline, no Havaí, Medina ficou na segunda colocação. Em Newcastle, mais um vice campeonato. Contudo, em Narrabeen acabou levando o título. Por seguinte, ficou em nono lugar – sua pior colocação, na terceira perna australiana, depois, em  Rottnest,  levantou o caneco.

Na sexta etapa da temporada, enfrentou Filipe Toledo na final do Surf Ranch e acabou perdendo em um território que tinha muito domínio. Em seguida, veio as olimpíadas e a amarga quarta colocação na disputa pelo bronze. No México, ficou com a quinta colocação e chegou a Trestles com o desejo muito forte de ser campeão mundial pela terceira vez.

Hall dos campeões mundiais

Com o tricampeonato, Medina se iguala a grandes nomes do surfe mundial como Tom Curren (1985/86, 1986/87, 1990), Andy Irons (2002,2003,2004) e Mick Fanning (2007, 2009, 2013). Além disso, se tornou o sul-americano com mais títulos mundiais na história. Vale lembrar também que Medina foi o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, venceu em 2014. Em seguida, novamente em 2018. Kelly Slater continua sendo o surfista com maior número de títulos mundiais com 11. Será que Medina é capaz de chegar ao mesmo número de títulos do careca mais famoso do surfe ? Bem, ai só a história vai dizer…

mm
Sou natural de São Luis do Maranhão, mas faço faculdade em Brasília. Escolhi o jornalismo única e exclusivamente pelo amor que tenho ao futebol e a tantos outros esportes

Cyber


Related Post