A vitória em Rottnest Search escancara bom ano de Medina, mesmo que com uma disputa morna na  etapa do mundial.

Nesta última terça-feira(25), Gabriel Medina venceu o australiano Morgan Cibilic, onde o mesmo se encontra na 5ª colocação no mundo. Com 39.920 pontos pela disputa do mundial, Gabriel abre mais de 8.000 pontos de diferença para o 2º colocado, o também brasileiro Ítalo Ferreira com 30.235 pontos.

Advertisement

A mudança de técnico

A temporada de 2019, onde Ítalo Ferreira derrotou Gabriel Medina em uma final histórica, foi a última com seu técnico e padrasto Charlie Saldanha, onde o mesmo deu lugar à Andy King. Entretanto, muito se fala sobre o motivo da troca de técnico e Medina explica:

– “Quero deixar meu pai fazer o trabalho com a minha irmã; ela precisa mais do que eu. Eu estou mais velho e sinto que posso fazer isto sozinho e ter o Andy comigo realmente me torna mais confiante porque ele é um grande surfista; entende muito sobre surf e tem sido divertido”

Andy King é uma figura conhecida no mundo do surf, onde foi quem treinou a lenda Mick Fanning em dois dos três títulos mundiais do australiano. Anteriormente, Andy passou sete anos no programa de desenvolvimento de jovens surfistas da Red Bull antes de se tornar técnico.

Que fim levou a renovação de técnico de Medina

Com a renovação técnica, também veio o melhor início de temporada da carreira de Gabriel Medina. Em cinco etapas disputadas até agora, Gabriel esteve em quatro finais e saiu com duas vitória.

Posteriormente, a próxima etapa será o Surf Ranch, piscina de ondas artificiais, que acontece dos dias 18 a 20 de Junho.

Foto destacada: Matt Dunbar / World Surrf League via Getty Images

mm

Bet 7


Related Post