Grande Prêmio da Estíria de Fórmula 1 2020

O piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, conseguiu sua primeira vitória de 2020 no Grande Prêmio da Estíria. Dessa maneira, a segunda corrida do Mundial de Fórmula 1, realizada com portões fechados no dia 12 de julho de 2020, no Red Bull Ring em Spielberg, na Áustria.

Sobre o Grande Prêmio da Estíria de 2020

Portanto, o finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, que mantinha a liderança na classificação de pilotos, terminou em  segundo e o holandês Max Vestappen, da Red Bull, em terceiro.

Advertisement

A volta mais rápida do Grande Prêmio foi do espanhol Carlos Sainz, da McLaren. Contudo, no final, terminou em nono lugar.

Por outro lado, foi uma prova para ser esquecida para os dois pilotos da Ferrari, o alemão Sebastian Vettel e o monegasco Charles Leclerc. No meio da curva 3, quando a corrida havia acabado de começar, Leclerc saiu da pista enquanto tentava ultrapassar seu companheiro por fora, de quem acabou arrancando a asa traseira. Ademais, acidente acabou provocando o abandono dos dois logo no início da corrida.

“Foi culpa minha. Eu fui simplesmente tolo. Você tem que admitir quando essas coisas acontecem”, disse Charles Leclerc ao Canal +, logo depois de se desculpar com seu parceiro na frente das câmeras. “Espero aprender e voltar mais forte na próxima corrida. É um momento difícil para a equipe e isso não era necessário.”

Após o incidente, Sebastian Vettel entrou imediatamente na garagem, seguido pelo monegasco algumas voltas depois.

Além disso, a grande atração da corrida foram as grandes disputas no pelotão intermediário. Sergio Pérez, que largou em 17º depois de uma classificação bem ruim no molhado, foi um dos grandes nomes da corrida. O mexicano escalou o pelotão e chegou a colocar a ‘Mercedes rosa’ da Racing Point em quinto, lutando nas últimas voltas com Alexander Albon, da Red Bull, pelo quarto lugar.

Sergio Pérez acertou o carro do anglo-tailandês e teve a asa dianteira esquerda avariada. Dessa maneira, perdeu tempo e acabou sendo superado na última curva pela McLaren de Lando Norris, que terminou em quinto após grande corrida de recuperação. ‘Checo’ cruzou a linha de chegada em sexto, à frente da Racing Point de Lance Stroll, da Renault de Daniel Ricciardo, da McLaren de Carlos Sainz, que cravou o novo recorde da pista em corrida, enquanto Daniil Kvyat, da AlphaTauri, fechou o top-10.

Hamilton voltou

Uma semana depois de ficar de fora do pódio na retomada da Fórmula 1, terminando apenas em 4º, Lewis Hamilton voltou a mostrar seu melhor nível. Com o triunfo no Grande Prêmio da Estíria de Fórmula 1 de 2020, Lewis Hamilton somava o total de 85 vitórias em sua carreira, ficando a apenas seis do recorde de maior número de vitórias de um mesmo piloto na categoria, que pertencia ao piloto alemão Michael Schumacher, e seu bom desempenho era o primeiro passo na busca do sétimo título mundial que o igualaria ao europeu.

Detalhes da corrida:

Pole – Lewis Hamilton – Mercedes – Tempo 1m, 19s, 273

Volta mais rápida

Piloto – Carlos Sainz Jr. – McLaren-Renault – Tempo 1m, 05s, 619 (volta 68)

Pódio

1º Lewis Hamilton – Mercedes

2º Valtteri Bottas – Mercedes

3º Max Verstappen – Red Bull-Honda

Foto: Reprodução/XPB Images

mm
Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 67 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acompanhei o automobilismo, nos anos de 1960 e começo dos anos 1970 pelos jornais e também pelas Revistas Quatro Rodas e Auto Esporte, depois pela TV. Sempre vibrei muito com os pilotos brasileiros. Sou fã assumido e declarado de Norman Graham Hill, mais conhecido como Graham Hill. Para mim ele é o maior piloto de todos os tempos, pois até hoje foi o único a conquistar a Tríplice Coroa do Automobilismo!

Cyber


Related Post