Antes de mais nada, o Internacional anunciou na noite desta segunda-feira (27), seu novo treinador. Trata-se do uruguaio Alexander ‘Cacique’ Medina, de 43 anos. O técnico estava no Talleres, da Argentina. Abaixo um trecho da nota oficial do clube:

“O Sport Club Internacional comunica que chegou a um acordo para anunciar Alexander Medina como novo técnico. Ele assina contrato até dezembro de 2022. A negociação foi concluída após o treinador se despedir do Talleres da Argentina, em 23 de dezembro, e o Inter vencer a concorrência com outros clubes que tinham interesse na contratação.”

Advertisement

O contrato é de um ano com possibilidade de renovação em caso de metas alcançadas. Além disso, o encontro dele foi com o presidente Alessandro Barcellos no Uruguai.

NÚMEROS DE ‘CACIQUE’ MEDINA

‘Cacique’ Medina esteve no comando do Talleres de 2019 a 2021. Conseguiu um 3º lugar no último campeonato nacional e a vaga para a próxima Copa Libertadores da América. Além disso, participou da Copa Sul-Americana enfrentando o Bragantino duas vezes, vencendo em Bragança Paulista por 1 x 0. Fez 86 jogos na equipe, venceu 43, empatou 20 e perdeu 25.

O primeiro trabalho dele como treinador foi no Nacional de Montevidéu, em 2018. Ainda assim, foi campeão do Torneio Apertura e do Torneio Intermédio. Foram 54 jogos no Nacional, com 32 vitórias, 12 empates e 10 derrotas. Foram dois trabalhos considerados bons em dois dos três países mais fortes do continente. Agora terá oportunidade de demonstrar sua experiência no país mais forte da América do Sul para completar a trinca.

Com o acerto do novo treinador, o Internacional pode começar o planejamento para 2022. Nomes de jogadores serão entregues para a diretoria começar a trabalhar com contratações. O que pode atrapalhar um pouco é a quantidade de estrangeiros no elenco. Isso dificulta a chegada de jogadores que trabalharam com o técnico por exemplo.

NEGOCIAÇÃO COM O TREINADOR

A princípio, o treinador ‘Cacique’ Medina soube do interesse do Internacional e se desligou do Talleres no dia 23 de dezembro. As negociações começaram, mas a pedida salarial do treinador foi muito alta. Nesse sentido, girava em torno de 150 mil a 200 mil dólares mensais. As conversas se encerram por hora. A diretoria do Inter buscou o português Paulo Sousa. A postura do staff do futuro técnico do Flamengo não agradou. Queriam fazer um leilão por ele. De acordo com Paulo Bracks, o clube não entra em leilões.

Por fim, Internacional e Medina voltaram a conversar. Ambos deram um jeito de acertarem o negócio. O treinador aceitou ganhar menos e o Inter aceitou o valor mesmo sendo mais do que havia oferecido antes. Por isso um contrato de apenas um ano com possibilidade de renovação em caso de metas alcançadas. Em conclusão as metas são: conquista de algum título e/ou vaga para a Libertadores 2023.

Imagem destacada: Reprodução / Internacional

Danilo Araújo on Email
Danilo Araújo
Estudante de jornalismo que tentou ser jogador, mas não conseguiu por uma grave lesão. Então decidi tentar ficar próximo ao esporte que amo pelo jornalismo. Acompanho outros esportes e estou sempre disposto a aprender.

Related Post