Kelvin Hoefler é o primeiro brasileiro a faturar uma medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O skatista conquistou a medalha de prata no skate street. Assim, o atleta de 27 anos entrou para a história, e subiu no primeiro pódio olímpico da história da modalidade. Mesmo não sendo um dos favoritos ao pódio, o paulista superou as expectativas e ficou na frente de grandes nomes, como Nyjah HustonJagger Eaton.

Início perfeito e liderança provisória

Kelvin fez a primeira etapa da final de forma excepcional. Dessa forma, deixando todos para trás, somando 8.98 pontos na primeira volta e assumindo a liderança provisória. Na segunda volta, não foi diferente, o brasileiro tirou uma nota 8.84. Sendo assim, seguiu na ponta da tabela e foi para a fase das manobras muito confiante.

Advertisement

Então, o jogo mental estava à favor de Kelvin, que surpreendeu não só os torcedores como seus adversários. E o show continuou, o brasileiro acertou a primeira manobra com maestria, somando mais 8.99 pontos em sua nota. Contudo, de uma hora para a outra, a situação ficou complicada.

Momento de tensão e dois erros seguidos

Precisando de só mais uma nota para fechar as quatro necessárias, Kelvin desperdiçou sua segunda chance. Por sorte, Nyjah Huston e Yuto Horigome, os favoritos ao pódio, também falharam. No entanto, a primeira queda abalou a confiança do paulista que errou novamente. Dessa vez, o japonês caiu de pé e chegou junto na briga. A liderança ficou com Jagger Eaton, que fez uma manobra digna de 9.40 pontos.

Sendo assim, o brasileiro se encontrava em uma situação difícil, tendo que acertar pelo menos uma de duas manobras. Enquanto isso, Horigome fez uma manobra fantástica e assumiu a liderança. Mesmo pressionado pelos bons resultados dos oponentes, Kelvin  finalmente voltou a acertar. Executou uma manobra de confiança, assumiu a terceira colocação e somou mais 7.58 pontos.

A última manobra

A última rodada de manobras iniciou com a concretização do título de Yuto Horigome, mais 9.30 pontos para o japonês. Contudo, a situação do skatista brasileiro ainda não estava resolvida, correndo risco de ficar fora do pódio, Kelvin Hoefler foi para sua última tentativa. E foi dessa forma, que ele surpreendeu mais uma vez, não só assegurou a 3ª colocação, como passou o 2º colocado, Jagger Eaton. Uma manobra perfeita, mais 9.34 pontos na conta do paulista.

Portanto, apenas uma sequência perfeita dos dois norte-americanos tiravam o brasileiro do pódio. Nenhum dos dois foi páreo para Kelvin. Tanto Huston como Eaton falharam e, consequentemente, confirmaram a medalha de prata para o Brasil.

O primeiro pódio da história do skate street masculino teve uma presença brasileira, Kelvin Hoefler é o nome dele. Yuto Horigome e Jagger Eaton completaram o pódio, conquistando o ouro e o bronze, respectivamente. O skate estreou com o pé direito, e o Brasil entrou no quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Foto destaque: Divulgação/Toby Melville/REUTERS

mm

Related Post