Kristóf Milák

Kristóf Milák confirmou seu grande favoritismo e venceu a prova dos 200m Borboleta. O húngaro de apenas 21 anos, conquistou seu 1º ouro na sua primeira Olimpíada disputada. Com o tempo de 1:51.25 bateu o recorde olímpico que pertencia a Michael Phelps. Por outro lado, o também húngaro, Tamas Kenderesi bateu na trave dessa vez e terminou com 1:54.52, ficando com a 4ª colocação.

Antes de tudo, essa prova dos 200 metros Borboleta era uma das que mais havia um favorito claro a ganhar a prova. Durante todo o ciclo olímpico, Milák se apresentou como o grande nadador da prova e se apresentar para os jogos como o recordista mundial. Ao húngaro, faltava apenas confirmar o que já se esperava e derrubar o recorde olímpico. E assim o fez.

Advertisement

Tamas Kenderesi não conseguiu repetir seu desempenho do Rio 2016. Cinco anos atrás, Tamas foi bronze com um tempo de 1:53.62 . Em Tóquio, o nadador fez 1:54.52. O seu tempo nas Olimpíadas do Brasil seria o suficiente para lhe colocar na 2ª posição. Dessa forma, o atleta de tão somente 24 anos já coleciona um 3º e 4º lugar nos 200m Borboleta em Jogos Olímpicos.

  1. Milák – 1:51.25
  2. Honda – 1:53.73
  3. Burdisso – 1:54.45
  4. Kenderesi – 1:54.52

Foto destaque: Divulgação/FINA 

mm
Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.

Bet 7


Related Post