Maverick

Em uma nota divulgada na manhã desta quinta-feira (12), a equipe oficial da Yamaha anunciou que Viñales não irá correr na segunda corrida da Áustria. Em suma, o time de Iwata alegou que o espanhol realizou algumas “operações” com sua moto no final de semana passado. Desse modo, Maverick colocou em risco o motor da sua moto e de acordo com o próprio time, a sua vida e de seus rivais na pista.

No entanto, a relação já está bem desgastada entre as duas partes, portanto, esse pode ser outro sinal de um descompromisso entre às partes. Porém, a Yamaha também anunciou que o espanhol não será substituído. Mas, um fator estranho se deve ao final do comunicado, onde a equipe diz que a decisão sobre futuras etapas, deverá ser feita após novas análises.

Advertisement

O que aconteceu com Viñales e a Yamaha?

Antes das férias de verão, o espanhol anunciou que iria romper o seu contrato com a equipe japonesa. Em suma, Viñales alegou não estar percebendo nenhuma evolução tanto dele quanto do time. Porém, algo que pode ter contribuido para a decisão, foi o bom rendimento que o seu companheiro Fabio Quartararo, sendo o atual líder do mundial de MotoGP.

Aliado a isso, Maverick sofreu problemas constantes em sua moto, como problemas no freio e no motor. No entanto, o espanhol de 26 anos, também não supriu as expectativas do time. Já que ele foi para a Yamaha, para ser o cara que poderia bater de frente com o espanhol Marc Márquez. isso tudo, lá em 2017.

Por fim, lembrando que Viñales ainda não assinou com nenhuma equipe para o próximo ano do mundial de MotoGP. No entanto, a tendência é que ele irá para a Apríllia, correr ao lado do seu compatriota Aleix Espargaro. Desse modo, a passagem do espanhol com a Yamaha vem terminando de maneira constrangedora.

Foto Destaque: Divulgação/Dorna

William Freitas

Related Post