mbappé

Em uma semana conturbada para Kylian Mbappé, ex-jogador Nicolas Anelka chegou a defender o jovem atleta em uma entrevista para o jornal Le Parisien. Aliás, disse que camisa sete do PSG devia ser o “número 1” do ataque do time, foco do trio de Neymar e Lionel Messi. Sobretudo, o atual treinador do Hyères disse que “Messi tem que servi-lo”.

“No Barcelona, todos jogavam para Messi. No PSG, todos jogam para Neymar e Mbappé. Agora, temos de juntar tudo e distribuir. Os outros jogadores estão preparados para trabalhar para estes três. Mas devem estar em acordo”, disse Anelka.

Advertisement

Para o ex-atacante, Mbappé é o jogador principal do time parisiense. Ele disse que em todas as jogadas, o jogador participa de todas.

“Para mim, Mbappé deve ser o patrão do ataque, porque joga mais adiantado. Neymar dá-lhe a bola. Messi também era o goleador no Barcelona, mas agora deve servir Mbappé. Porque o número um é ele. Em cada jogo, desde o início, é ele que faz a diferença. Ele está lá há cinco anos e é respeitado. Por isso, cabe a Messi compreender”,  finalizou o treinador.

https://twitter.com/SportsbookBTC/status/1442579937966190598?s=20

MBAPPÉ, PSG E A TORCIDA

Anteriormente, Mbappé estava em conversas com o Real Madrid na última janela de transferências e não queria renovar contrato com o clube parisiense. Contudo, não foi possível chegar a um acordo e, por isso, o jovem atacante permaneceu em Paris.

No entanto, no último domingo, o atacante foi pego reclamando ao vivo sobre Neymar, dizendo que ele não passava a bola para ele em campo. A imprensa, colegas de equipe e até a torcida saiu em defesa do jogador brasileiro. Uma visão que tem tomado conta do elenco é de que Mbappé tem se preocupado com suas estatísticas pessoais e está frustrado após passar o quarto jogo seguido sem fazer gol.

Além disso, a torcida critica o camisa sete por não se esforçar o suficiente nas partidas. Acima de tudo, ainda não perdoaram o jogador por querer sair para o Real Madrid e não querer renovar o contrato com o clube, que está a dois anos querendo renovar o seu contrato. Contudo, não houve nenhuma resposta do jogador.

Foto: Divulgação/Bitcoin Sportsbook

Guilherme Schanner

Cyber


Related Post