Michel Bourez

Neste domingo (25), às 19h36 (horário de Brasília) Michel Bourez enfrentou o Ramzi Boukhiam pelas Oitavas de Final. O taitiano que representa a França venceu o marroquino e se classificou para as quartas. Além disso, teve também a disputa entre Gabriel Medina e Julian Wilson e a eliminação do John John Florence.

Michel Bourez vence marroquino

Antes de tudo, a bateria começou bem animada. Michel Bourez que é taitiano e representa a França, conseguiu ondas de 5.43 e 4.67. Logo, ele avança para a 2º colocação com 10.10. Ramzi começou bem na bateria, no entanto, não conseguiu superar o adversário. Como resultado, o marroquino deixa a competição nas oitavas de final. O 3ª lugar ficou com o alemão, Leon Glatzer, que teve o total de 10.00. Ele só terminou a frente de Carlos Munoz, da Costa Rica.

Advertisement

Além disso, o brasileiro Gabriel Medina também se classificou para as quartas de final. Na madrugada desta segunda-feira (26), o paulista venceu o australiano Julian Wilson por 14.33 a 13.00. Wilson abriu com um 6.17. Medina respondeu com um aéreo de 7.50, a melhor nota do confronto.

Assim, aos 12 minutos corridos, o australiano conseguiu a sua segunda boa onda, um 5.67, tomando a liderança. Mesmo assim, o brasileiro tratou de responder com um 6.83, retomando o primeiro lugar cinco minutos depois. Sendo assim, na próxima fase o adversário de Medina será o francês Michel Bourez. A chamada acontece nesta terça-feira (26).

John John Florence se despediu das Olímpiadas nas oitavas. Representando os Estados Unidos, já que o Havaí não é reconhecido pelo COI. O havaiano perdeu para o americano Kolohe Andino por 14.83 a 11.60. Kolohe enfrenta o Kanoa Igarashi nas quartas. O japonês eliminou o indonésio Rio Waida por 14.00 a 12.00.

Foto Destaque: Reprodução/Ivo Gonzalez

Gabrielle Sena
Escolhi o jornalismo por que eu sempre tive paixão pelas palavras. Desde muito nova eu escrevia sobre tudo e de alguma forma eu sentia que era ouvida. Sou Gabrielle Sena, tenho 22 anos, moro na capital de São Paulo, jornalista e atualmente faço pós-graduação em Jornalismo Esportivo. Eu sempre quis ser escritora, entrei no jornalismo para poder aperfeiçoar minha paixão. Durante a faculdade escrevi um livro reportagem sobre Mães Narcisistas, entrevistei 20 mulheres de todos os lugares do país e contei as suas histórias. Escrever um livro foi a minha maior conquista.
O Esporte me faz sair da minha zona de conforto. Sou muito persistente com o que eu quero e me esforço 100%. Meu objetivo é crescer como jornalista e continuar me desafiando todos os dias.

Bet 7


Related Post