Minas

A princípio, após mais de um ano, a equipe Teknisa/Minas voltou a competir no Parque Aquático do Minas I. Assim, o time minastenista está na disputa do I Torneio Metropolitano Infantil (13 anos) a Sênior (+18 anos). A competição iniciada na última quarta-feira (26), segue até esta sexta-feira (28). Ainda mais, devido à pandemia de Covid-19, a competição reúne somente atletas do Clube e não tem presença de público.

IMPRESSÕES DO TORNEIO NO MINAS

O técnico Sérgio Marques comentou sobre o retorno das equipes de base e de ponta às competições no Clube:

Advertisement

“Depois de um ano e dois meses sem competições no Clube, por meio de um esforço muito grande do Minas e do departamento de natação, conseguimos viabilizar o primeiro Metropolitano. Essa competição resume a esperança de novas disputas que vão vir pela frente, desde a base até a ponta. ”.

O nadador Bruno Lage de Carvalho Rocha, da categoria Junior 2 (18 anos), comemorou a volta às competições e destacou que todos estão motivados:

“ […] quero estar aqui e dar o meu melhor. […]Tivemos um período de incertezas, foi bem difícil, ficamos meses sem treinar, mas nos últimos meses treinamos bem e estamos motivados. O Minas fez uma logística sensacional, tanto nos treinamentos quanto na competição, tem distanciamento, todos de máscara. Espero que seja uma competição maravilhosa”,

O atleta também elogiou o novo placar digital:

“Instalaram o placar na semana passada, eu estava treinando, olhei e vi uma luz bonita, pensei: ‘o que é isso?’. É sempre bom ver um clube como o Minas, um dos melhores e maiores do Brasil, investindo ainda mais em infraestrutura, na base e em tecnologia. Tenho certeza que é um dos melhores placares do Brasil, o antigo já era incomparável, esse é incrível”,

Bruno Rocha, que já nadou as provas de 800m livre e 400m medley, disputa os 400m livre e 200m borboleta nesta quinta-feira, e os 200m medley e 200m livre, na sexta.

mm
Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.

1xBet


Related Post