Natação Phelps

A Olimpíadas de Tóquio 2020 será a primeira após o fenômeno Michael Phelps se aposentar de vez da natação. Em resumo, Phelps é o atleta que mais conquistou medalhas de ouro em apenas uma edição (oito ouros em Pequim). Ainda mais, ele tem o recorde de mais premiações conquistadas, sendo o mais medalhado de todos os tempos (29 medalhas no total). Além de ser considerado o melhor da natação de todos os tempos, o americano também está no hall dos melhores atletas de todos os esportes.

SIDNEY 2000

A princípio, a jornada olímpica de Michael Phelps começou em 2000, na cidade de Sidney. Com apenas 15 anos de idade, o nadador se classificou para a prova dos 200m Borboleta. Dessa maneira, ele chegou até a final e teve o 5º melhor. Logo depois, em 2001, o atleta conseguiu obter seu primeiro recorde a nível adulto. Sendo na mesma prova em que ele chegou na final das olimpíadas. Assim, tornou-se o atleta mais jovem a conquistar um recorde mundial.

Advertisement

ATENAS 2004

Em seguida, Phelps chegou na Grécia já acumulando medalhas de ouro nos mundiais de 2001 e 2003. Portanto, já vinha sendo visto como uma realidade. Na capital grega, a “Bala de Baltimore” ascendeu como a principal estrela dos jogos. Em resumo, o nadador venceu as provas individuais dos 100m e 200m Borboleta, 200m e 400m Medley. Os revezamentos 4x200m Livre e 4x100m Medley. Ainda mais, garantiu mais dois bronzes. No 200m e 4x100m Livre. Portanto, conquistou oito medalhas, sendo seis de ouro.

PEQUIM 2008

Antes de tudo, Michael Phelps vivia o que poderia ser o seu auge. Assim, não venceu apenas 1 das 13 provas que participou nos mundiais 2005 e 2007. Aos 23 anos, desembarcou na China, para sua 3ª olimpíada. Mais experiente, o americano saiu dos jogos sem perder nem uma corrida sequer.

Disputou as provas individuais de: 200m Livre, 100m e 200m Borboleta, 200m e 400m Medley. Medalha de ouro em todas. Ainda mais, venceu o 4x100m e 4x200m Livre. E por último, mais um 1º lugar com o 4x100m Medley. Além disso, melhorou e bateu o recorde mundial em todas, exceto no 100m Borboleta. Que ao menos, fez o recorde olímpico da prova.

Dessa forma, Phelps encerrou sua participação com oito medalhas de ouro em apenas uma edição. Desbancando o recorde da também lenda da natação, Mark Spitz. Que conquistou sete ouros em Munique 1972.

LONDRES 2012

Em seguida, a capital inglesa reservou mais momentos históricos para Phelps. Agora o objetivo era se tornar o atleta mais medalhado da história das olimpíadas. Michael disputou seis provas nessa edição. E saiu com o ouro em quatro delas. Nos 100m Borboleta, 200m Medley, 4x200m Livre e 4x100m Medley. Ainda mais, conquistou as medalhas de prata no 200m Borboleta e no 4x100m Livre.

Dessa forma, Michael Phelps chegou as 22 medalhas na Inglaterra e superou a ginasta ucraniana, Larisa Latynina (18 medalhas), como o atleta com mais medalhas. Além disso, o americano se tornou o primeiro nadador a vencer uma mesma prova por três vezes consecutiva. E o fez em três nados diferentes, no 200m Medley, 100m Borboleta e 4x200m Livre.

RIO 2016

Depois de Londres, Phelps declarou que já tinha conquistado tudo que pretendia e que tinha terminado na natação. Assim, anunciou sua aposentadoria. Contudo, quase dois anos depois do afastamento, a lenda retornou para as piscinas. E no Rio de Janeiro disputou mais seis provas, conseguindo até melhorar seus rendimentos.

Na cidade maravilhosa, o americano saiu com cinco ouros e uma prata. Manteve sua hegemonia e conquistou seu 4ª ouro consecutivo nos 200m Medley e 4x200m Livre. Bem como, venceu o 200m Borboleta, 4x100m Livre e 4x100m Medley. Por outro lado, acabou sendo superado no 100m Borboleta e ficou com a prata.

Foto destaque: Divulgação/Simon Bruty 

mm
Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.

Cyber


Related Post