Olimpíada de Tóquio

Na madrugada desta quinta feira (29), ocorreram jogos válidos pelas quartas de final e semifinais do tênis na Olimpíada de Tóquio 2020. Em outras palavras, para você não perder nada o FNV Sports traz um resumo dos acontecimentos, do sexto dia de competições do tênis.

Quartas de final da chave masculina da Olimpíada de Tóquio 2020

Novak Djokovic x Kei Nishikori

Djokovic, principal cabeça de chave, venceu o japonês, por 2 x 0, com parciais de 6/2 e 6/0, em 1h10. A princípio, o sérvio começou a partida com tudo, quebrou o saque de Nishikori e abriu 3/0. Em seguida, ambos tenistas confirmaram seus games e a parcial ficou 5/2 para Djokovic. No 8º game, o sérvio quebrou Nishikori novamente e fechou o set em 6/2.

Advertisement

Igualmente ao 1º set, Djokovic teve um inicio avassalador, mas desta vez quebrou o japonês três vezes e venceu a parcial por 6/0. Desse modo, o sérvio avançou para a semifinal do torneio onde enfrentará o Alexander Zverev, atleta que representa a Alemanha. A saber, Djokovic ainda não perdeu sets no torneio.

Alexander Zverev x Jeremy Chardy

O alemão, quarto cabeça de chave, venceu Chardy, por 2 x 0, com parciais de 6/4 e 6/1, em 1h06. Zverev fez 3/1 após quebrar o serviço do francês. Posteriormente, ambos os tenistas foram confirmando seus serviços e o alemão venceu a primeira parcial por 6/4.

No segundo set Zverev quebrou o serviço de Chardy três vezes e venceu a parcial por 6/1. Desse modo, o alemão avançou à semifinal, na qual vai enfrentar Novak Djokovic, atleta que representa a Sérvia. Igualmente ao sérvio, Zverev ainda não perdeu sets no torneio.

Daniil Medvedev x Pablo Carreño-Busta

O espanhol venceu Medvedev, segundo cabeça de chave, por 2 x 0, com parciais de 6/2 e 7/6 (5), em 1h42. A primeira parcial começou equilibrada, sem quebras de saque. Mas no sexto game, Carreño-Busta pressionou o russo e quebrou o saque do rival, fazendo 4/2 no set. Posteriormente, o espanhol confirmou seu serviço e novamente obteve a quebra de saque. Dessa forma, Carreño-Busta venceu o primeiro set, por 6/2.

A segunda parcial teve uma quebra de saque para cada lado. Então, ela ficou 6/6 e foi decidida no tie-break. O espanhol começou bem e abriu 3 x 0. Logo depois, Medvedev reagiu e o game ficou 5 x 5, mas depois Carreño-Busta fez dois pontos seguidos e venceu, por 7 x 5, e assim, ganhou o set por 7/6. Com a vitória, o espanhol avançou a semifinal do torneio, na qual encontrará Karen Kachanov, tenista que representa o Comitê Olímpico Russo.

Karen Kachanov x Ugo Humbert

Kachanov, 12º cabeça de chave, venceu o francês, por 2 x 1, com parciais de 7/6 (4), 4/6 e 6/3, em 2h32. De antemão, os dois tenistas confirmaram seus serviços e o 1º set foi para o tie-break. Por outro lado, o russo dominou o game desempate e fez 7 x 4. Assim, venceu a primeira parcial, por 7/6. No segundo set, Humbert jogou bem e quebrou o saque do rival uma vez e venceu a parcial, por 6/4, deixando a partida em 1 x 1.

O 3º set começou com os dois tenistas confirmando seus serviços, assim a parcial ficou 2/1 para Kachanov. No 4º game, o russo quebrou o saque de Humbert e fez 3/1. Posteriormente, os dois tenistas confirmaram seus serviços e Kachanov venceu a parcial por 6/3. Dessa forma, o russo avançou para a semifinal do torneio, onde encontrará Pablo Carreño-Busta

Semifinal da chave feminina da Olimpíada de Tóquio 2020

Belinda Bencic x Elena Rybakina

A suíça, nona cabeça de chave, venceu Rybakina por 2 x 1, com parciais de 7/6 (2), 4/6 e 6/3, em 2h44. A princípio, o primeiro set teve duas quebras de serviços para cada tenista, assim a parcial ficou 6/6 e foi para o tie-break. Por outro lado, Bencic dominou o game desempate e venceu por 7 x 2, vencendo assim o set por 7/6. Do mesmo modo, na segunda parcial, Rybakina quebrou o saque da suíça duas vezes e venceu por 6/4, deixando a partida em 1 x 1.

O 3º set teve cinco quebras de serviços, três para Bencic e duas para cazaque, dessa maneira a suíça venceu a parcial por 6/3. Desse modo, Bencic vai disputar a medalha de ouro com Marketa Vondrousova, tenista que representa a República Tcheca. Por outro lado, Rybakina vai disputar a medalha de bronze com Elina Svitolina, atleta que representa a Ucrânia. A saber, Rybakina representa o Cazaquistão.

Elina Svitolina x Marketa Vondrousova

A tcheca venceu Svitolina, quarta cabeça de chave, por 2 x 0, com parciais de 6/3 e 6/1, em 1h04. O primeiro set teve quatro quebras de saque, sendo uma para ucraniana e três para Vondrousova. Dessa maneira, a tcheca  ganhou a primeira parcial, por 6/3.

Posteriormente, no segundo set Vondrousova confirmou seus saques e quebrou o serviço de Svitolina, assim fez fez 3/0. Logo depois, as tenistas confirmaram seus saques e a parcial ficou 4/1 para Vondrousova. No 6º game a tcheca novamente quebrou Svitolina e em seguida sacou para vencer a partida, assim, fez 6/1 e se classificou para a final da Olimpíada de Tóquio 2020.

Semifinal da chave de duplas da Olimpíada de Tóquio 2020

Dupla masculina

Nicola Mektic/Mate Pavic (Croácia) venceram Austin Krajicek/Tennys Sandgren (Estados Unidos), por  2 x 0, por duplo 6/4.

Marin Cilic/Ivan Dodig (Croácia) venceram Marcus Daniell/Michael Vênus (Nova Zelândia), por 2 x 0, por duplo 6/2.

Dupla feminina

Barbora Krejcikova/Katerina Siniakova (República Tcheca) venceram Veronika Kudermetova/Elena Vesnina, por 2 x 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 10/6.

Belinda Bencic/ Viktorija Golubic (Suíça) venceram Laura Pigossi/Luisa Stefani (Brasil), por 2 x 0, com parciais de 7/5 e 6/3

Quartas de final de duplas mistas da Olimpíada de Tóquio 2020

Elena Vesnina/Aslan Karatsev (Comitê Olímpico Russo) venceram Iga Swiatek/Lukasz Kubot (Polônia), por 2 x 0, por duplo 6/4.

Nina Stojanovic/Novak Djokovic (Sérvia) venceram Laura Siegemund/Kevin Krawietz (Alemanha), por 2 x 0, com parciais de 6/1 e 6/2.

Anastasia Pavlyuchenkova/Andrey Rublev (Comitê Olímpico Russo) venceram  Ena Shibahara/Ben McLachlan  (Japão),  por 2 x 1, com parciais de 7/5, 6/7 (0) e 10/8.

Ashleigh Barty/John Peers (Austrália) venceram Maria Sakkari/Stefanos Tsitsipas (Grécia), por 2 x 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 10/6.

Foto Destaque: Divulgação/Jogos Olímpicos

Luis Henrique Gregório
Oi, sou Luís Henrique Gregório, tenho 22 anos e sou um quase jornalista. O gosto por esse maravilhoso mundo dos esportes me acompanha desde pequeno, primeiramente com o futebol e depois com o tênis, vôlei, atletismo, curling e por aí vai. Portanto, a possibilidade de poder informar as pessoas, falar sobre esportes, estar envolvido com esse meio me fez escolher cursar a graduação na área. Então é isso, vamos juntos nos aventurar por esse mundo esportivo e espero que gostem das matérias.

Related Post