Pengu aposenta

Nessa segunda-feira (1) a comunidade de Rainbow Six Siege foi pega de surpresa. Dessa forma, o maior jogador da história do competitivo de R6, Pengu, anunciou sua aposentadoria após mais de cinco anos dedicados ao jogo. Dentre essa meia década focado na competição, o dinamarquês venceu dois Six Invitational (principal torneio), um Major, quatro Pro Leagues e a mais recente Liga Europeia.

Pengu, em comunicado no twitter, disse: “Cinco anos vivendo meu sonho de infância e podendo experimentar as coisas mais incríveis. Eu deixo de ser jogador profissional após esse tweet“. Ainda afirmou que está ansioso para o futuro reserva a ele, mas que “temos que ser pacientes“.

Advertisement

As mensagens de despedida

Rival de Pengu por diversas vezes em torneio internacionais, o brasileiro André “Nesk”, da Team Liquid, disse em seu twitter: “durante todo esse tempo aprendi muito com você e te considero um grande amigo. Desejo sucesso em sua nova jornada e obrigado por tudo!“. Do mesmo modo, Gabriel “Cameraman”, da MIBR, disse que o dinamarquês é referência para ele e uma “lenda“. Esses são só alguns dos grandes que desejaram sorte ao futuro do maior jogador de todos os tempos no Rainbow Six Siege.

A trajetória cheia de conquista de Pengu

O começo de Niclas Mouritzen, ou apenas Pengu, foi pela Penta Esports, juntamente de Rendier, Sai, Ovie e Kryp. Assim, essa equipe venceu a primeira Pro League do Rainbow Six em 2016 contra a GiFu Esports. Entretanto, a “line” que se tornaria uma máquina de empilhar títulos veio na temporada seguinte. A base contava com o espanhol Goga, o finlandês Joonas e o sueco Fabian. Inicialmente, o alemão KS era o quinto jogador. E foi com esses cyber atletas que duas Pro Leagues foram conquistadas em 2017, inclusive uma delas em cima dos brasileiros da Black Dragons.

No ano de 2018 mais títulos foram vencidos. Primeiramente, o finlandês Sha77e se juntou a Pengu, Fabian, Goga e Joonas. De maneira dominante, a Penta venceu todas as partidas até a final do Six Invitational por 2 a 0. Ou seja, não perdeu um mapa sequer. Na grande decisão, contra os norte-americanos da Evil Genesis, chegaram a estar perdendo por dois mapas de vantagem. Mas com frieza e controle do emocional viraram o jogo e ganharam por 3 a 2, nessa que é a partida mais assistida da história do competitivo de Rainbow Six com seis milhões de visualizações no Youtube.  Nessa mesma temporada, a G2 Esports “comprou” a equipe completa.

E essa mudança não afetou em nada, já que as conquistas do Six Major Paris e a Pro League Rio chegaram aos europeus, que substituíram Sha77e pelo seu compatriota Kantoraketti. Em 2019, o ano começou da mesma maneira que o anterior: conquista do Six Invitational. Entretanto, após isso, a line já mostrava desgaste após ficarem fora das finais das Pro Leagues 9 e 10 e com o vice do Major Raleigh. Por isso, Joonas saiu para o lugar de Unno. Depois, foi a vez de Goga se despedir para a chegada de Sir Boss. Mesmo assim, nunca voltaram ao auge de 2017, 18 e inicio de 19. Uma breve amostra da grande Penta/G2 do passado veio na conquista da Liga Europeia em dezembro de 2020 com apenas Pengu de remanescente do antigo time.

Foto Destaque: Reprodução/SiegeGG

Carlos Vinícius on Email
Carlos Vinícius
Carlos Vinicius, 22 anos, jornalista formado pela Universidade Paulista. O amor pelo futebol despertou o interesse no jornalismo esportivo, a partir disso decidiu entrar na faculdade de comunicação social. Sempre se informando e informando aos outros, buscando referências e fontes, como o jornalismo manda.

Related Post