Base Palmeiras Adriano Fontes - CBF

Muito próximo da estreia na temporada de 2021, o Palmeiras promoveu oito atletas do time sub-18 para a equipe principal feminina. As felizardas foram: a goleira Awanny, a zagueira Carol Santos, as laterais Evelin, Manuela e Julinha, as meio-campistas Ana Clara, Thayná, e Giovana, que é atacante.

Portanto, na base, as atletas disputaram o Brasileiro sub-18 entre os meses de janeiro e fevereiro de 2021. Desta maneira, se destacaram e fizeram história ao avançar pela primeira vez para a segunda fase do campeonato nacional.

Advertisement

Sendo assim, na oportunidade, as Palestrinas tiveram quatro vitórias, dois empates e três derrotas, além de 12 gols marcados e 12 sofridos. Decerto, o treinador da equipe feminina, Ricardo Belli comentou sobre a visão do clube de formar os atletas não só para o futebol, mas também para fora dos gramados.

“O Palmeiras tem a visão de ser de todos e de ser formador. Isso acontece tanto dentro, como fora de campo e no futebol masculino ou feminino. Temos que criar chances para jogadoras jovens, que são as nossas Crias da Academia.”

Dessa forma, sobre a transição, é fundamental pontuar que as jogadoras, antes de chegarem ao clube Alviverde, foram avaliadas pelo desempenho mostrado em outras equipes, depois observadas em uma competição de nível nacional com a camisa do time e na sua categoria e faixa etária. Logo, as jogadoras que mais se destacaram tiveram a oportunidade de serem preparadas e de treinarem com a equipe principal.

O que pensa o técnico

No entanto, segundo Belli, as palavras que definem as promoções são “processo” e “calma”, de modo que a ideia é que não se pule as etapas na formação. Desta maneira, ele assegura que é muito importante que a equipe principal esteja bem para que as atletas evoluam com todo o grupo.

Desta maneira, tudo acontece no tempo certo e elas acabam por se adaptar com a carga e nível de treinamentos de uma equipe de alto rendimento com o tamanho do Palmeiras.

Mais um reforço ao Palmeiras

Doroty, de 16 anos, foi a mais recente aquisição do Verdão e convocada para a seleção Brasileira do Sub-17. Todavia, atualmente, ela se recupera de uma lesão no joelho, que a tirou da temporada passada. A meia chegou ao Alviverde após se sagrar campeã da Taça das Favelas jogando pelo Complexo da Casa Verde, no ano de 2019.

Foto destaque: Divulgação/ Adriano Fontes/CBF

Eduardo Turbiani
Escolhi o Jornalismo porque vejo nele a oportunidade de estar mais perto de assuntos que sempre me interessaram e me rodearam. Estar perto de pessoas diferentes e com isso estar em constante evolução. Já participei na elaboração de um jornal universitário, mas quero mais! Quero percorrer todas as áreas desta profissão maravilhosa. Paciente, reflexivo e observador. Acredito que essas sejam boas palavras para me descrever.

Related Post