Rafael Sóbis surpreendeu o Brasil após o apito final do jogo entre Cruzeiro e Brusque, na última terça-feira (9). O atacante cruzeirense de 36 anos anunciou sua aposentadoria. Ele havia avisado aos seus companheiros, que em caso de vitória, a partida seria a última da carreira:

“Uma noite especial. Uma noite com vitória. Eu avisei que se a gente vencesse, ficasse mais tranquilo, ia ser meu último jogo. Então.. acabou! Fica a história. Vou nascer de novo para uma nova vida.” 

Advertisement

Sóbis foi revelado pelo Internacional e o Colorado o homenageou em suas redes sociais com o vídeo de um gol na estreia no profissional contra o Juventude, em 2004.

RAFAEL SÓBIS NO INTERNACIONAL

Rafael Sóbis estreou em 2004 no Internacional com a saída de Nilmar e Daniel Carvalho. Parecia um peso substituir duas grandes revelações do clube, mas para ele não foi. Sóbis se firmou no time de Muricy Ramalho. Em 2005, foi eleito a revelação do Campeonato Brasileiro e ganhou o prêmio de melhor atacante do torneio. A boa atuação ajudou o time a se classificar para a Copa Libertadores, do ano seguinte.

Foi justamente nessa competição que o atacante brilhou mais. Foram dois gols na final contra o São Paulo, no Morumbi. O empate no jogo seguinte, deu o título ao time. Logo após a final, foi vendido para o Real Betis, da Espanha, e não foi para a disputa do Mundial de Clubes. Mas sua história não terminaria ali.

RETORNO AO COLORADO

Rafael Sóbis voltou ao Internacional por empréstimo, em 2010, durante a Copa do Mundo. O atacante vinha de lesão e conseguiu se recuperar para as últimas partidas da Copa Libertadores. Ajudou no título e fez gol no Beira-Rio contra o Chivas Guadalajara. Sóbis e Inter conquistavam juntos sua 2ª Libertadores.

Dessa vez conseguiu ir ao mundial, mas caiu com o Colorado diante do Mazembe, na semifinal. Ainda assim, conquistou o bronze na partida seguinte contra os sul-coreanos do Seongnan. Com um baixo desempenho, o Internacional não quis comprá-lo e o atacante foi para o Fluminense.

DESPEDIDA PELO CLUBE

Por fim, ainda deu tempo para a 3ª passagem pelo clube, em 2019, para a disputa da Libertadores. Eventualmente, o título não veio, mas ele ajudou bem mais do que da última vez. A última partida foi no Beira-Rio contra o Atlético-MG pela última rodada do Brasileirão 2019. Foram 216 jogos e 54 gols com a camisa do Inter. Conquistou três Campeonatos Gaúchos e duas Copas Libertadores. Além disso, é um dos maiores atacantes do clube.

Foto destaque: Reprodução / Internacional

Danilo Araújo
Estudante de jornalismo que tentou ser jogador, mas não conseguiu por uma grave lesão. Então decidi tentar ficar próximo ao esporte que amo pelo jornalismo. Acompanho outros esportes e estou sempre disposto a aprender.

Bet 7


Related Post