Rayssa Leal - Medalha de Prata

Na madrugada desta segunda-feira, Rayssa Leal ficou com a segunda posição na final do Street Feminino nas Olimpíadas. Sendo assim, do alto de seus 13 anos, a Fadinha é a brasileira mais jovem a ganhar uma medalha nos Jogos Olímpicos. Dessa forma, Rayssa chegou ao pódio à frente de Funa Nakayama e atrás de Momiji Nyshia, que em sua última manobra garantiu o ouro.

Favoritismo e única brasileira na final

Antes do início das provas, as brasileiras eram favoritas às medalhas. Entretanto, apenas Rayssa avançou à final. Após uma primeira fase segura, a Fadinha fez uma excelente primeira volta, errando apenas a sua última manobra. Logo, garantiu o terceiro lugar. A tarefa não era fácil, pois o trio de skatistas da casa avançou também à próxima fase. Além disso, a holandesa Roos Zwetsloot, que vinha bem, largou na frente. Porém, Rayssa se saiu bem na segunda volta e conseguiu tomar o segundo lugar.

Advertisement

Logo após, pela parte de manobras, a brasileira errou sua primeira, porém contou com diversos erros das adversárias e se manteve entre as primeiras. Rayssa voltou ao jogo após acertar um flip seguido de um backslide, e apesar de colocar as mãos no chão, conseguiu um 3,91 e voltou ao segundo lugar. Entretanto, em seguida Funa Nakayama passou a brasileira.

Final dramático de Rayssa e medalha brasileira

Na quarta rodada, todas antes de Rayssa zeraram em suas manobras. Assim, a Fadinha aproveitou para acertar um slide de backside que lhe rendeu o primeiro lugar. Contudo, Momiji Nishiya novamente retomou a liderança. Dessa forma, Rayssa chegou à última rodada precisando somar mais 3,24 pontos. Porém, ao tentar mais um slide, a brasileira caiu ao final deste e viu sua chance do ouro escapar. No entanto, um erro de Nakayama rendeu o bronze à japonesa. Sendo assim, a brasileira fechou a prova com 14,64 pontos, atrás dos 15,26 de Momiji Nishiya.

Nesse sentido, a Fadinha quebrou o recorde de Rosângela Santos, bronze no atletismo em Pequim em 2008 aos 17 anos. Assim, Rayssa se tornou a mais jovem brasileira a conquistar uma medalha olímpica. Além disso, bateu também a marca de Talita Rodrigues, que participou dos jogos de Londres em 1948 aos 13 anos e 347 dias. Assim, aos 13 anos e 203 dias, a skatista é também a brasileira mais nova a participar dos Jogos Olímpicos. Em uma noite histórica, onde mais uma vez demonstrou acima de tudo estar se divertindo e aproveitando a experiência, Rayssa escreveu seu nome na história do skate, do Brasil e das Olimpíadas. E está apenas começando.

Foto destaque: Divulgação/Confederação Brasileira de Skate/Julio Detefon

mm
Me chamo Murillo, tenho 20 anos e sou estudante de jornalismo. Decidi que queria juntar as minhas duas paixões: o futebol e o jornalismo, vivendo e convivendo com ambas em todas as ocasiões que eu puder.

Bet 7


Related Post