Renato Gaúcho elogia boa fase de Michael: "Tem nos ajudado bastante"

Antes de mais nada, o Flamengo venceu o Atlético-GO na última sexta-feira (6), em jogo atrasado da 19ª rodada do Brasileirão Série A. Assim sendo, Michael marcou os dois gols do Rubro-Negro na partida, no Maracanã. Dessa forma, após a vitória Renato Gaúcho falou da importância do Robozinho da Gávea ao plantel nesses últimos jogos decisivos:

“O mais importante de tudo é a fase que ele está vivendo. Tem nos ajudado bastante. Desde a minha chegada, jogou todos os jogos. Tem feito gols importantes, é um jogador que o grupo gosta muito dele, que está todo dia alegre, brincando. Na hora de trabalhar, trabalha seriamente. Converso bastante com ele, procuro orientá-lo da melhor forma possível. Está fazendo a diferença para a gente”, disse o treinador.

Advertisement

Renat0 Gaúcho sobre Arrascaeta

Ainda na coletiva, Renato Gaúcho foi questionado pela dificuldade na escalação com o retorno de Arrascaeta ao grupo. Em suma, o treinador atenuou a situação:

 “Acho que o mais importante de tudo é quando o Arrascaeta voltar não importa onde o Michael vai jogar. Eu acho que o mais importante de tudo é que a gente está tendo jogadores subindo de produção no momento certo. E eu espero que em breve todos os jogadores estejam fora do departamento médico e estejam à minha disposição. Essa é a dor de cabeça que o treinador quer: ter bastantes jogadores. Pior é o momento que você olha pro lado e tem vários jogadores no departamento médico”, completou.

Ritmo de jogo e lesões

Além disso, Renato Gaúcho falou sobre a estratégia para manter o ritmo de jogo sem correr o risco de lesões dos atletas, tendo em vista que o clube vem tendo bastantes desfalques:

“Eu teria um milhão de respostas para dar, mas é o que eu falei. Nós temos o Campeonato Brasileiro, temos um sonho, estamos correndo atrás ainda e nós precisamos ganhar jogos e corremos esse risco sim de jogarmos a cada três dias e de repente algum jogador sofrer algum tipo de lesão. Mas, enquanto houver chance, estaremos jogando dessa forma”, disse Renato, que ainda acrescentou:

Três meses da minha chegada, é lógico que no momento que a gente vê que um jogador que está correndo risco de sofrer uma lesão por determinada dor, independente do local do corpo, é lógico que a gente vai segurar. Não somos loucos. A gente precisa para o dia 27 também. Então não é hora de colocar em risco. Porque no momento que um jogador tiver uma lesão agora, principalmente uma lesão muscular, ele vai tá fora do dia 27. Estamos atentos a isso tudo, temos conversado bastante com o departamento médico e vamos sempre buscar o que é melhor para o clube.” Concluiu o técnico.

Próximos jogos do Flamengo

Sem Andreas Pereira, suspenso pelo 3º cartão amarelo, o Flamengo visita a Chapecoense na próxima segunda-feira (8), às 20h (horário de Brasília). Após isso, o Rubro-Negro recebe o Bahia, no Maracanã, na quinta-feira (11), às 19h (horário de Brasília). Por fim, no domingo (14) o plantel enfrenta o São Paulo, no Morumbi, às 16h (horário de Brasília).

Foto destaque: Reprodução/Alexandre Vidal/Flamengo 

Francisco Diogo
Apaixonado por futebol desde 1999, encontrei no jornalismo esportivo a realização de sonho que é trabalhar, viver e respira futebol. Sou de Maria da Fé-MG e faço jornalismo na Uniter.

Bet 7


Related Post