Roger Machado

O técnico Roger Machado concedeu entrevista após a derrota do Fluminense para o Junior Barranquilla, por 2 x 1, nesta terça-feira (18), no Maracanã. A saber, mesmo com a derrota, o Tricolor segue na liderança do Grupo D da Libertadores. Mas viu seus adversários se aproximarem. No entanto, o treinador afirmou que o resultado não atrapalhou os planos da equipe na competição.

“Não atrapalha, porque não podemos permitir que atrapalhe. Foi um revés em uma competição muito dura. Embora tenha sido em casa, dentro dos nossos domínios, e que gostaríamos de nos classificar hoje, é uma competição muito dura. Assim como tiramos pontos de adversários fora, nada impediria que o adversário, que se mostrou forte fora dos seus domínios, conquistasse esses três pontos, nos tirando a oportunidade de nos classificarmos antecipadamente” disse Roger

Advertisement

GOLS PERDIDOS

Apesar da derrota, o Fluminense teve algumas oportunidades de sair na frente logo no início. Inclusive, duas foram com Kayky e Luiz Henrique, os jogadores mais jovens. Todavia, Roger Machado os isentou de culpa no revés.

“Confiança eles têm. Porque se colocam na condição de finalizar. O que acontece é que, em alguns momentos, as tomadas de decisões, pela pouca idade, não serão a mesma que têm o Fred, o Nenê… Isso faz parte do processo. E mesmo assim os jogadores experientes também erram. Não posso de forma alguma colocar na conta dos meninos o fato de termos criado e não termos conseguido porque foram outras as questões também que influenciaram essa nota derrota em casa”.

ROGER ADMITE SURPRESA DIANTE DO ADVERSÁRIO

Após terminar o primeiro tempo em vantagem no placar, o Junior Barranquilla ampliou logo no início da segunda etapa. Assim sendo, o treinador foi questionado se os gols sofridos pesaram. Contudo, Roger afirmou que o Tricolor seguiu na partida. Já que conseguiu descontar. A saber, com Abel Hernández.

“Jogamos contra uma grande equipe, que explorou muito a velocidade, fez um jogo muito físico. Talvez nossos jogadores mais técnicos, nesse jogo físico, acabaram sentindo um pouco. No intervalo disse que precisávamos nos adaptar às características do jogo. Não podemos, mediante ao adversário mais técnico colocar jogadores mais leves ou contra um adversário de mais força colocar jogadores mais fortes. É preciso que tenha essa adaptação para fazer o que o jogo demanda. Para mim, foi muito isso. Um time rápido, forte, potente, que nos surpreendeu, sobretudo, nas jogadas de transição”.

MUDANÇAS NA EQUIPE TITULAR

Para a partida, o comandante realizou duas mudanças na equipe titular. Aliás, uma delas foi a entrada de Cazares na vaga do veterano Nenê. Dessa maneira, Roger Machado explicou a escolha. Além disso, afirmou que sempre conversa com os atletas. Bem como também fez com Egídio. Posto que o lateral também ficou de fora da equipe titular neste jogo.

“Evidentemente ninguém gosta de sair. Mas eles aceitam muito bem porque respeitam, sobretudo, o que o grupo construiu como coletividade. Entendem que podem, a partir do banco, nos ajudar, como hoje. Nenê entrou e pôde contribuir com uma assistência para o Abel. É tudo conversado sempre. E sempre muito claro, porque não consigo fazer um time só com 11, ainda mais nesse nosso calendário maluco”.

ROGER MACHADO DIZ QUE AGORA O FOCO É O FLA-FLU

Com o resultado, o Fluminense segue em primeiro lugar do Grupo D, com oito pontos. Mas pode ser ultrapassado pelo River Plate, que enfrenta o Santa Fe, nesta quarta-feira (19). Aliás, na última rodada da fase de grupos, o Tricolor enfrenta os argentinos, fora de casa. A saber, o duelo será na próxima terça-feira (25), no Monumental de Nuñez, às 19h15 (horário de Brasília). No entanto, antes, a equipe faz o segundo jogo do final do Campeonato Carioca, contra o Flamengo, no Maracanã.

“É ter a cabeça boa e saber onde se errou, onde precisa evoluir. E amanhã virar a chave porque sábado já tem decisão, e precisamos estar com a energia renovada, porque a decisão está aberta. Depois da decisão a gente volta a pensar na Libertadores e no jogo contra o River” finalizou Roger.

O jogo de volta da final do Estadual será no próximo sábado (22), no Maracanã, às 21h05 (horário de Brasília). A saber, no primeiro duelo, as equipes empataram em 1 x 1. Assim sendo, quem vencer, fica com o título. No entanto, se houver outro empate, a decisão será nos pênaltis.

Foto destaque: Lucas Merçon/Fluminense FC

mm
Sou formada em Letras e atualmente curso Jornalismo. Sempre gostei de ler e de escrever, o que me levou a seguir nessas áreas.

1xBet


Related Post