Ronaldo Fenômeno

Dia 8 de março é um dia histórico para o Corinthians. Bem como, marca um dos capítulos mais incríveis do plantel Alvinegro e com um dos maiores nomes da história do futebol: Ronaldo, o Fenômeno. Em 2009, o R9, com 32 anos havia feito a sua primeira estreia pelo Timão.

HÁ 13 ANOS RONALDO FENÔMENO ESTREAVA PELO CORINTHIANS

A princípio, quatro dias antes da sua memorável estreia, Ronaldo enfrentou o Itumbiara-GO pela Copa do Brasil. Em seguinda, no dia (8) de março de 2009 o atacante brilhou no clássico contra o Palmeiras. Em partida válida pelo Campeonato Paulista e o jogador estava entre as opções do técnico da época, Mano Menezes. No entanto, sem condições físicas de enfrentar os 90′ de jogo, ele começou no banco. Logo, viu o clube Alviverde sair na frente com Diego Souza.

Advertisement

Em contrapartida, o Fenômeno entrou aos 18′ do segundo tempo no lugar de Escudero e movimentou o jogo, com jogadas ensaidas e assustando o adversário. Em seguida, aos 47 minutos da etapa final, o grande momento, quando Douglas bateu escanteio pelo lado direito, fechado, no segundo pau, Ronaldo ganhou pelo alto do zagueiro Marcão e empatou o clássico.

Os torcedores foram a loucura. Apesar do jogo empatado, o gol grantiu um ponto para Timão naquela partida. Contudo, a equipe do Parque São Jorge terminou a primeira fase do Paulistão na terceira colocação. Em seguida, ficou com o título ao bater o São Paulo na semifinal e o Santos na decisão.

O retorno do jogador foi definitivo, após a terceira lesão no joelho. Com isso, a transformação do Fenômeno também gerou emoção por parte dos narradores.

– Senhoras e senhores, o Fernômeno voltou! Gol do Corinthians! E como é bom dizer: Ronaldo – Milton Leite, SporTV.

– Essa torcida merece, a cidade merece, Ronaldo, Ronaldo, Ronaldo, Ronaldo, camisa 9. Sem condição, é verdade, mas com a categoria de sempre José Silvério, rádio Bandeirantes.

CORINTHIANS HOMENAGEIA FENÔMENO

Em síntese, Ronaldo, pendurou as chuteiras em 2011, após 69 jogos com o manto Alvinegro e 35 tentos anotados.

Foto Destaque: Reprodução: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Gabrielle Sena
Escolhi o jornalismo por que eu sempre tive paixão pelas palavras. Desde muito nova eu escrevia sobre tudo e de alguma forma eu sentia que era ouvida. Sou Gabrielle Sena, tenho 22 anos, moro na capital de São Paulo, jornalista e atualmente faço pós-graduação em Jornalismo Esportivo. Eu sempre quis ser escritora, entrei no jornalismo para poder aperfeiçoar minha paixão. Durante a faculdade escrevi um livro reportagem sobre Mães Narcisistas, entrevistei 20 mulheres de todos os lugares do país e contei as suas histórias. Escrever um livro foi a minha maior conquista.
O Esporte me faz sair da minha zona de conforto. Sou muito persistente com o que eu quero e me esforço 100%. Meu objetivo é crescer como jornalista e continuar me desafiando todos os dias.

Related Post