Skate nas Olimpíadas: Nyjah decepciona, mas EUA garante pódio na estreia do street

Na madrugada desse domingo (25), os Estados Unidos garantiram a sua primeira medalha na estreia do skate em jogos olímpicos. Contudo, ao contrário do que todos imaginavam, o super astro Nyjah Huston ficou apenas com a 7ª colocação, enquanto que Jagger Eaton garantiu o bronze para os EUA na modalidade street.

Antes de mais nada, Nyjah era apontado como favorito ao título. Assim, ele começou bem a primeira volta, mas acabou com uma queda no final que o prejudicou terminando com uma nota 7.90. Em seguida, o skatista estadunidense completou uma volta excelente, sem nenhum erro e garantiu sua maior nota da final com um 9.11.

Advertisement

Todavia, foi na etapa das Best Tricks que o astro se complicou. Embora tenha mandado bem na primeira manobra, garantindo uma nota 9.05, Nyjah errou toda a sequência que tentou e ficou apenas com a sétima colocação.

Em contrapartida, a grata surpresa dos Estados Unidos foi o jovem Jagger Eaton. O membro mais novo do elenco, com apenas 20 anos, garantiu o bronze para os norte-americanos. Dessa forma, mesmo com uma queda na volta inicial, Eaton garantiu uma boa nota 8.20. Entretanto, já na segunda volta, o garoto foi ainda melhor e, sem cometer erros, obteve a parcial de 9.05.

A seguir, foi nas Best Tricks que Eaton se consagrou. Portanto, em sua terceira manobra, ele chegou a nota de 9.40 e figurou entre os três primeiros até o final. Além disso, ele teve a chance de conseguir a prata, mas errou sua última manobra e subiu como terceiro colocado no pódio.

Por fim, Eaton esteve presente no pódio ao lado do brasileiro Kelvin Hoefler (2º) e do japonês Yuto Horigome (1º). Assim, ficaram definidos os primeiros medalhistas do skate na história dos jogos olímpicos.

Foto destaque: Reprodução / Team USA skate oficial.

mm
Apaixonado por futebol desde os três anos de idade, fui descobrindo ao longo do anos que o amor por esportes não era restrito só ao futebol. Hoje, estudo jornalismo e tenho como grande objetivo cobrir os grandes eventos esportivos pelo mundo a fora. Sou torcedor, tricolor e acima de tudo apaixonado pelo que aquece o coração, sempre com a missão de levar informação.

Related Post