Superliga europeia

Segundo a revista alemã “Der Spiegel”, clubes europeus querem lançar um novo campeonato baseado na Superliga Europeia. Sendo estes clubes o Barcelona, a Juventus e o Real Madrid, o motivo seria para agradar a comunidade de torcedores. Além disso, a surpresa é que são os clubes que estão bolando a criação deste novo torneio.

Acima de tudo, a crítica dos clubes sobre a Superliga é que ela é uma “liga fechada”, um torneio exclusivo para certos times. Por isso, os clubes se propuseram a adoção de “acesso e descenso”, em que dois times seriam rebaixadas para uma Superliga 2 e outros dois iriam subir, enquanto um terceiro seria convidado a participar. Além disso, os times da Superliga 2 participariam com base em sua classificações em ligas nacionais.

Advertisement

SUPERLIGA EUROPEIA

A ideia do torneio surgiu em abril, reunindo os maiores clubes europeus. Os clubes são Milan, Inter de Milão, Juventus, Arsenal, Liverpool, Chelsea, Manchester City, Manchester United, Tottenham, Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid.

No entanto, a comunidade criticou a ideia, apontando como elitizar o esporte. Logo em seguida, menos de 48 horas, metade dos clubes saíram do torneio por críticas dos fãs. Além disso, a FIFA e a UEFA disseram que puniriam times que ainda estavam, como o Barcelona, o Juventus e o Real Madrid.

Sobretudo, o motivo de tal torneio seria, segundo os clubes, estabelecer uma base o longo prazo e aumentar o fluxo de torcedores em jogos. Porém, a ideia iria dividir a elite dos times pequenos, criando um vale entre clubes.

UEFA ameaçou banir tais times de competir ligas domésticas e internacionais. Da mesma maneira, a FIFA ameaçou desaprovar qualquer liga europeia fechada.

Foto destaque: Divulgação/Twitter

Guilherme Schanner

Cyber


Related Post