Tite

Em suma, após a Liga Inglesa ter vetado a liberação de jogadores para a seleção, Tite preferiu ver a situação diferente durante uma coletiva. Acima de tudo, o técnico da seleção brasileira disse que será uma oportunidade para ver novos jogadores e testar novas formações com a equipe. O treinador afirmou ter conversado com os nove convocados que não foram liberados, mas não quis causar alvoroços com dirigentes do campeonato inglês.

“É um aspecto institucional, tenho o maior respeito por eles (jogadores). Também afirmo, depois de ter contato com eles, que todos prestaram vontade de estar aqui representando a seleção. Queriam estar aqui. Alguns fatores aconteceram para eles não estarem aqui”, disse Tite

Além disso, ressaltou a que tem uma lista de atletas que monitora para ver se são conteúdo para a seleção, mas não mencionou nomes.

“Temos um grupo de 40 a 50 atletas que monitoramos constantemente. São de alto nível, com know how, que estão suficientemente habilitados para vir à Seleção e mostrar o seu melhor futebol. Estimulamos a competição leal”

Sobretudo, o técnico manteve em segredo a convocação para a disputa contra o Chile, talvez por conta dos desfalques no time. Ademais, não mencionou Matheus Nunes, lateral do Sporting  que pretende defender Portugal.

“Conversei com ele, inclusive dei parabéns pelo aniversário dele. Ele tinha muito orgulho de vir para a Seleção Brasileira. Depois conversamos mais uma vez, e ele disse que o fato da vacinação e o período de quarentena impedia dele ir e vir e para os seus jogos subsequentes”

Foto destaque: Divulgação/Twitter

Guilherme Schanner

Cyber


Related Post