uefa

Antes de mais nada, representantes da UEFA disseram que a entidade pretende rever regras para a interpretação de impedimento. Isto porque, durante a final da última Liga das Nações teve um gol polêmico do atacante Kyllian Mbappé na final entre França Espanha.

Em suma, o placar estava igual, 1 x 1, com um gol de Mikel Oyarzabal e Karim Benzema. Sobretudo, Mbappé parecia está à frente da linha da zaga espanhola, porém o juiz liberou o lance após o VAR ter indicado que a bola bateu em dos zagueiros. Portanto, o gol de Mbappé foi considerado legal.

Advertisement

UEFA E FIFA

Por um lado, o diretor de arbitragem da UEFA, Roberto Rossetti, viu que a interpretação do lance “parece estar em conflito com o espírito da mesma lei”. Além disso, não previne que o jogador tire proveito de uma posição de impedimento. Por outro lado, a confederação europeia disse que considera a decisão do árbitro como correta.

Todavia, o zagueiro espanhol que tocou na bola, Eric Gárcia, ouviu do árbitro porque habilitou o lance e não ficou feliz.

“Jogam a bola nas minhas costas e eu me atiro. Toco (na bola) com a trava (da chuteira) e Mbappé está impedido. O árbitro me disse que como eu toquei com a trava, tenho a intenção de jogar, me disse que eu deveria ter ficado de lado, que essa é a regra. É uma jogada que é impedimento claro na qual a defesa nunca na vida pode ficar de lado de ir (na bola)” , reclamou Eric Gárcia.

Sendo assim, a diretoria de arbitragem da UEFA e a FIFA irão discutir possíveis soluções para evitar que outros casos ocorram novamente.

Foto destaque: Divulgação/Real Madrid CF

Guilherme Schanner

Bet 7


Related Post