uefa

Segundo a Gazzetta dello Sport, a UEFA  convidou Brasil e Argentina para atuar na Liga das Nações. Antes de mais nada, a entidade europeia apresentou à Conmebol um projeto para incluir países sul-americanos para o torneio. Aliás, a entidade já estava querendo fazer algumas reformas no torneio, inclusive no modelo de competição.

Sobretudo, isto acontece por conta da FIFA estar discutindo na chance de colocar a Copa do Mundo de dois em dois anos. Isto é, focar em torneios mais “importantes” e reorganizar o calendário de partidas.

Advertisement

Em suma, a ideia seria que os quatro primeiros da Liga das Nações ou da Eurocopa duelassem com o top-4 da Copa América em um torneio que ainda teria o regulamento definido.

Há chance dos dois gigantes sul-americanos jogarem a competição já no ano que vem, antes mesmo da Copa do Mundo de 2022. Aliás, o primeiro duelo entre seleções seria Argentina contra Itália, marcada para junho de 2022.

UEFA VERSUS FIFA

Anteriormente, o dirigente da  FIFA, Arsène Wenger mostrou uma proposta para mudanças no esporte. Assim, a entidade quer redesenhar o calendário do futebol mundial, com menos amistosos. Acima de tudo, Copas do Mundo mais curtas, com um espaço de cada dois anos.

Embora a ideia tenha recebido críticas, como do presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, acabou elogiada por Guardiola. Segundo o GE, o dirigente explicou a ideia com detalhes e rebateu as críticas com educação. Sobretudo, admitiu que o calendário atual “é um caos”.

“O ponto de partida da minha reflexão é tentar melhorar a forma como o futebol é organizado, para torná-lo melhor. Todos concordam que o sistema atual não está dando certo, é um caos, com multiplicação de jogos, interrupções constantes entre as competições de clubes e seleções, e uma pressão cada vez maior sobre os jogadores e em viagens longas”, disse o inglês.

Foto destaque: Divulgação/Mundo da Bola

Guilherme Schanner

Bet 7


Related Post