Venezuelana Karla Torres lamenta eliminação do Fortaleza na Série A2 do Brasileirão e projeta disputa do estadual

Nas últimas semanas, o Fortaleza foi eliminado nas oitavas de final da
Série A2 do Brasileirão pelo Cresspom e consequentemente não conseguiu o
acesso para a maior divisão do país. A única estrangeira da equipe é a
venezuelana Karla Torres, que estava no futebol português.

“Estou muito triste e muito sentida com a eliminação, pois trabalhamos,
nos esforçamos muito e sabíamos que seria difícil, mas acreditamos
sempre em nosso time e em nosso trabalho, e por isso que me dói mais
ainda a derrota. Fizemos um bom jogo e nos entregamos dentro do campo,
mas faltou finalizar mais a gol.”

Advertisement

A equipe cearense liderou o grupo B da competição e era uma das
favoritas, mas acabou sendo eliminada. Agora, o time segue treinando e
se prepara para a disputa do estadual, que será a última competição da
temporada.

“Agora só temos que nos recuperar psicologicamente e sentimentalmente
para disputar o Campeonato Cearense da melhor maneira e tentar ganhar,
para fechar o ano bem e feliz. Meu contrato vai até outubro e quero
terminar este ano bem para pensar em meu futuro.”

Karla Torres tem 29 anos e essa é sua segunda passagem pelo futebol
brasileiro. Em 2019, a atacante atuou pelo Iranduba e em seguida passou
pelo Junior Barranquilla, da Colômbia, Paio Pires e Valadares Gaia, de
Portugal.

Foto Destaque: Divulgação/Fortaleza

Redação FNV Sports

Cyber


Related Post