Vidal no Flamengo? Chileno e Inter de Milão preparam rescisão de contrato

Nos últimos dias, a Inter de Milão vem trabalhando numa rescisão amigável com o volante, de 34 anos, Arturo Vidal. Assim, o jogador, que já manifestou interesse em jogar no Flamengo, pode estar próximo de vestir as cores do Rubro-Negro carioca.

De acordo com o jornal “Gazzeta Dello Sport”, os Nerazzurri querem diminuir a folha salarial e, devido ao alto salário, os italianos não deverão contar com o chileno. Assim, após duas temporadas no Barcelona, ele chegou à Inter em setembro de 2020, a pedido do ex-técnico Antonio Conte e tem contrato até junho de 2022.

Advertisement

Contudo, Vidal ganha cerca de 6,5 milhões de euros anuais, R$ 40,1 milhões na cotação atual, mas quase não atuou na última temporada. Dessa forma, na campanha do título da Inter, ele atuou em 23 partidas, sendo só 14 como titular e marcou um gol.

Após a informação de que Vidal estaria deixando a Inter, diversos clubes sul americanos já demonstraram interesse em contar com o jogador. Um dos grandes favoritos é o Flamengo. Além disso, o chileno já declarou que gostaria de atuar na América e além do Mengão, times como Boca Juniors e América do México são clubes que o chileno vê com bons olhos.

VIDAL NO MENGÃO?

Vale lembrar que Vidal esteve na última Copa América disputada no Brasil e, com isso, a relação com o Flamengo se intensificou ainda mais. Já que a delegação chilena esteve na Gávea, sede de Rubro-Negro, realizando treinos, dirigentes aproveitaram para mostrar um pouco do Fla para ele.

Por fim, a vinda de Vidal para o Flamengo seria interessante para ambos. Por um lado, já que estaria sem clube, o Mengão poderia contar com o jogador vindo de graça, arcando apenas com os custos de salário. Em contrapartida, o chilena realizaria o desejo de atuar no Rubro-Negro e supriria uma posição que o clube tem carência no momento, após a saída de Gerson para o futebol francês.

Foto destaque: Reprodução / Instagram Arturo Vidal.

mm
Apaixonado por futebol desde os três anos de idade, fui descobrindo ao longo do anos que o amor por esportes não era restrito só ao futebol. Hoje, estudo jornalismo e tenho como grande objetivo cobrir os grandes eventos esportivos pelo mundo a fora. Sou torcedor, tricolor e acima de tudo apaixonado pelo que aquece o coração, sempre com a missão de levar informação.

Cyber


Related Post