Yeltsin Jacques (Getty Images)

Em suma, o estádio Olímpico de Tóquio foi palco de uma das grandes vitórias do Atletismo brasileiro paraolímpico. Assim, na última noite 30/08, Yeltsin Jacques brilhou e trouxe para o Brasil o 100° ouro das paralimpíadas. O atleta disputou os 1500m T11, para deficientes visuais e bateu recorde mundial. Liderado pelo guia Antônio Carlos dos Santos, Yeltsin liderou a prova do início ao fim. Desse modo, o tempo realizado pelo campeão paraolímpico foi de 3min57s60. Além disso, ficou muito a frente do segundo colocado, podendo garantir a sua medalha com certa “folga”.

Sobretudo Yeltsin Jacques se destacou e mostrou bom condicionamento físico, impôs um forte ritmo e se manteve focado durante a prova. Entretanto, ao fim da sua corrida, o campeão conversou com o Sportv e informou sobre o apoio recebido do seu guia.

Advertisement

Hoje o Antônio Carlos, o Bira, me deu motivação. “Olha, a gente tem chances de fazer história mais uma vez, centésimo ouro do Brasil na história das Paraolimpíadas”. E eu disse: “É por duas coisas. Primeiro, para subir o Brasil no quadro de medalhas; e segundo, é para construir história”. Contou Yeltsin, logo após a sua prova.

O Brasil nos jogos paraolímpicos

Por fim, se as equipes brasileiras das demais modalidades que ainda vão competir, vierem no mesmo ritmo que tem sido desde o início dos jogos, o Brasil tende a fazer uma jornada um tanto histórica e convincente nos jogos. Se consagrando ainda mais nas futuras paraolimpíadas.
Foto Destaque: Divulgação/Getty Images

Neila Gonçalves on Email
Neila Gonçalves
Sou a Neila Gonçalves, estudante de jornalismo, Redatora, estagiária de comunicação e mkt, repórter esportiva!! Como vê sou apaixonada por comunicação e esportes, em especial ao futebol! Sempre gostei muito desse mundo. Amo ler e escrever! Me sinto abençoada e privilegiada por enfim estar fazendo o que amo.

Related Post