Zverev

Na madrugada desta sexta-feira (30), ocorreram as semifinais do tênis masculino. Sendo assim, o russo Karen Khachanov bateu o espanhol Pablo Carreno Busta por duplo 6/3, no duelo que abria a programação. Em seguida, aconteceu a segunda semifinal, entre Novak Djokovic e o alemão Alexsander Zverev e quem levou a melhor foi Zverev, virando o jogo, avançando para a final olímpica, vencendo o sérvio por 1/6, 6/3, 6/1.

SEMIFINAIS MASCULINAS

Na partida que abriu a programação, o russo Khachanov venceu Carreno Busta por duplo 6/3. A partida foi muito bem administrada pelo russo, que manteve um ótimo nível de jogo, sacando muito bem. Por outro lado, o desempenho de Carreno Busta em relação às fases anteriores caiu demais, não jogando muito bem nesta partida e assim acabou sendo derrotado.

Advertisement

No principal jogo da noite, o favorito Novak Djokovic foi surpreendido por Zverev e acabou sendo derrotado. A surpresa foi que Djokovic fez um primeiro set impecável, não dando chances para o alemão e vencendo por 6/1.

Na segunda parcial Nole, teve 3-2, com uma quebra de saque acima. Foi a partir daí que Zverev começou a jogar muito e Djoko, na primeira vez que foi testado no torneio, não apresentou um bom tênis. O alemão fez 6/3 na parcial e levou o jogo para o terceiro set.

Na parcial decisiva, o alemão continuou jogando muito e Djoko mais errático e fora de jogo. Sendo assim, o alemão venceu com facilidade o terceiro set, por 6/1 e avançou para a final  olímpica, contra Karen Khachanov. Por outro lado, Djoko joga contra Carreno Busta pelo bronze.

DUPLAS MISTAS

Djokovic voltou em quadra apenas duas horas depois do seu jogo com Zverev para disputar a semifinal de duplas mistas com a sérvia Stojanovic, contra Karatsev e Vesnina. Com o jogo bem disputado, Djoko levou o segundo resultado negativo no dia e acabou perdendo para a dupla russa, por 7/6, 7/5.

Os russos agora fazem uma final totalmente russa, contra Rublev e Pavlyuchenkova. Por outro lado, Nole e Stojanovic jogam pelo bronze, contra os australianos Barty e Peers.

DUPLAS MASCULINAS

Na final masculina, o confronto era toda croata, disputado pela melhor dupla do mundo na temporada, Mektic e Pavich, contra Cilic e Dodig. Sendo assim, Mektic e Pavich levaram a melhor, em um duro jogo, com parciais de 6/4, 3/6, 10-6, para, assim, ficarem com a medalha de ouro. Mas Cilic e Dodig faturaram a prata para a Croácia também. Na disputa do bronze, os australianos Venus e Daniell superaram Sandgreen e Krajicek, para ficar com o terceiro lugar.

Foto destaque: Divulgação/ATP

Pedro Sabbadini

Cyber


Related Post