Futebol Apaixonante

O Programa Futebol Apaixonante, do FNV Sports, é para você apaixonado pelo esporte dentro das quatro linhas. Assim, o programa leva bom humor, informação, opiniões fortes e lúcidas (as vezes nem tanto), em cada edição. Dessa maneira, seu encontro está marcado para todas as terças-feiras (19h) e sábados (14h), ao vivo no Facebook. Logo depois, os episódios estarão na íntegra no Spotify.

Em suma, quatro participantes levam informação e opiniões sobre os quatro grandes clubes de São Paulo, assuntos relevantes na semana e quadros. Como resultado, um deles é o DESAFIO: um participante traz um jogador e dará quatro dicas para os integrantes e público que acompanha ao vivo.

Advertisement

Em seguida, outro quadro marcante é o Respeita a Minha História. Agora, outro participante traz um jogador marcante e conta sobre a sua trajetória. Além disso, anteriormente, a equipe do Futebol Apaixonante, composta por 12 pessoas deram notas em quesitos, de acordo com a posição. Desse modo, com a média final, o atleta entra em nosso ranking.

FUTEBOL APAIXONANTE

Em suma, na edição do último sábado (18), os participantes do programa repercutiram a semana dos quatro grandes clubes do estado de São Paulo. Assim, no Corinthians, a expectativa ficou pela tão esperada estreia de Willian, que cumpriu as medidas pedidas pela ANVISA e ficou à disposição de Sylvinho para o duelo. Por outro lado, no Palmeiras, Abel Ferreira vem sendo pressionado, mas a diretoria alviverde afirmou que não pretende demitir o treinador.

Em contrapartida, São Paulo e Santos não vivem os seus dias de glória. No meio da semana, os dois rivais acabaram eliminados da Copa do Brasil. A saber, o Tricolor perdeu para o Fortaleza, enquanto que o Peixe recebeu e acabou sendo derrotado pelo Athletico-PR. Desse modo, a competição vai para a sua fase de semifinais sem contar com nenhum plantel paulista.

Foto Destaque: Divulgação/Corinthians

Renan Liskai on Email
mm
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Cyber


Related Post