Mozart demitido

Nesta quarta-feira (26) a Chapecoense e o Avaí se enfrentaram em uma partida válida pelo Catarinense 2021. Como resultado, o clube visitante levou a taça em um empate de 1 x 1. A partida aconteceu na Arena Condá, sem a presença do público. No entanto, três dias antes da estreia da Chape na série A do Brasileirão, o clube anunciou a demissão de seu técnico.

A saber, Mozart não teve um bom comando na temporada o que irritou muito os dirigentes e principalmente a torcida. O técnico fez algumas mudanças na escalação e na composição dos jogadores. A princípio, a falta de dinâmica e composição influenciou na derrota na partida contra os Leões da Ilha.

Advertisement

MOZART  DEMITIDO DA CHAPECOENSE

Antes de mais nada, Mozart Santos esteve à frente da Chapecoense em oito das partidas. Nesta quinta-feira (27), o clube anunciou a demissão do técnico após a perda do título do Campeonato Catarinense 2021. Além disso, no jogo da final contra o Avaí, a torcida criticou duramente o treinador, que veio à público assumir as responsabilidades.

Mozart acabou mudando a escalação e mexendo na equipe, desagradando o torcedor que acompanhou a final. Sendo assim, um dos casos foi a individualidade de Perotti, na partida. O artilheiro ficou muito sozinho na posição e sem ajuda dos outros jogadores.

Ao mesmo tempo, o clube também informou que o auxiliar técnico Denis Iwamura e o preparador físico Jackson Maciel Schwenber não integram mais a comissão técnica.

De antemão, o Verdão do Oeste visa a partida diante do RB Bragantino, no próximo domingo, às 18h15 (horário de Brasília), pela estreia no Campeonato Brasileiro, na Arena Condá. A princípio, na tarde desta quinta-feira (27), o elenco se reapresenta para iniciar a preparação. Pelo clube, Mozart somou três vitórias, três empates e duas derrotas.

 

Foto Destaque: Reprodução/Márcio Cunha

Gabrielle Sena
Escolhi o jornalismo por que eu sempre tive paixão pelas palavras. Desde muito nova eu escrevia sobre tudo e de alguma forma eu sentia que era ouvida. Sou Gabrielle Sena, tenho 22 anos, moro na capital de São Paulo, jornalista e atualmente faço pós-graduação em Jornalismo Esportivo. Eu sempre quis ser escritora, entrei no jornalismo para poder aperfeiçoar minha paixão. Durante a faculdade escrevi um livro reportagem sobre Mães Narcisistas, entrevistei 20 mulheres de todos os lugares do país e contei as suas histórias. Escrever um livro foi a minha maior conquista.
O Esporte me faz sair da minha zona de conforto. Sou muito persistente com o que eu quero e me esforço 100%. Meu objetivo é crescer como jornalista e continuar me desafiando todos os dias.

Bet 7


Related Post