Como o Santos pretende se livrar de um novo transfer ban da FIFA?

Parece história repetida, mas o Santos está novamente punido pela FIFA no transfer ban. O Krasnodar, da Rússia, entrou com uma ação judicial cobrando do Peixe o pagamento da compra de Cueva, que aconteceu em 2019 e tem um valor estimado de 4 milhões de dólares (R$19 milhões).

No começo da temporada, Marcelo Teixeira, presidente do clube, precisou resolver uma dívida trabalhista com o técnico Fabián Bustos, mas o valor era menor: algo em torno de R$4,7 milhões. O depósito foi feito e, em seguida, o Peixe se livrou do bloqueio jurídico.

Agora, porém, o problema envolve o meio-campista peruano e a equipe russa. Para se livrar de um novo bloqueio e não ficar impedido de registrar novos jogadores na próxima janela de transferências, que acontece em breve, o Santos tenta chegar a um acordo com o Krasnodar.

Santos recebe novo transfer ban e tenta resolver problema

Em 2019, a diretoria do Santos, sob a gestão de José Carlos Peres, contratou o meio-campista Cueva junto ao Krasnodar, da Rússia. O valor da compra foi fixado em 7 milhões de dólares. No entanto, os pagamentos, parcelados, foram interrompidos pela diretoria após uma saída do atleta.

Na temporada seguinte, Cueva se transferiu para o Pachuca, do México. A ocasião, inclusive, fez com que o Peixe conseguisse R$23 milhões após entrar na justiça contra o clube mexicano. Mesmo assim, o dinheiro não foi repassado para o clube russo, que ainda tinha 4 milhões de dólares a receber.

Em 2021, Andres Rueda negociou a dívida e ajustou o pagamento em parcelas do valor. No entanto, o clube não cumpriu com as parcelas e, até o momento, a equipe russa não viu o dinheiro entrar na sua conta.

O que Marcelo Teixeira pretende fazer?

O presidente do Santos quer chegar a um acordo com o Krasnodar. Recentemente, a diretoria alvinegra enviou uma proposta para o clube russo, mas eles não gostaram da solução e responderam com uma negativa.

Para dificultar ainda mais a relação entre os clubes, os anos de atraso nas dívidas e o não-cumprimento dos valores acordados em 2021 tornam a missão de acordo ainda mais complicada.

Caso não consiga chegar a um negócio com o Krasnodar, o Santos não tem para onde correr. A equipe precisará levantar a verba necessária (cerca de R$19 milhões) para pagar a conta e se livrar do segundo transfer ban na temporada de 2024.

Lucas Gervazio
Lucas Gervazio

Jornalista, 25 anos. Trabalho como redator de conteúdo há mais de 3 anos, com experiência em esportes e especialização em futebol. Atualmente, auto como escritor diário no portal FNV Sports.

Articles: 407
Segundona Brasil by FNVSports > Blog > Curiosidades > Como o Santos pretende se livrar de um novo transfer ban da FIFA?